Sábado, 25 de Março de 2017 |

Editorial

Alinhamento?

Por Redação em 27 de Setembro de 2013


O Hospital Regional vem para Alvorada, não somente pelo empenho da comissão formada por autoridades, empresários e demais representantes da comunidade, como principalmente por uma questão política.
A primeira cidade candidata, Gravataí, forte concorrente, mas somente até outubro último. Com a vitória do PMDB no município vizinho, o projeto que vinha avançando a passos largos, desacelerou... sendo retomado com força total agora.
Alvorada, por sua vez, apresenta um terreno em local que pode ser considerado realmente regional, pois atende os municípios de Cachoeirinha, Viamão, Gravataí e, até mesmo, Alvorada com as mesmas qualidades. As condições atuais de acesso são precárias e, muito mais do que um hospital de ponta com alta qualidade, o seu entorno vai precisar de forte investimento no que se refere a trafegabilidade e transporte coletivo. Todos conhecem a luta de décadas que se tornou a duplicação da RS 118, e a falta de manutenção que aquela via apresenta. Sem falar na escassez de linhas de ônibus que passam pela estrada. Além de o terreno estar inserido muito próximo a área industrial.
Mesmo assim, a hoje petista Alvorada é considerada a mais indicada para receber tamanho investimento.
É... nos parece que as estrelas se posicionam em prol do hospital e forçam um alinhamento que pode tirar do prumo todo o resto. Mas, o que importa?
A expectativa é que também outros investimentos, mais objetivos às nossas necessidades, cheguem à Alvorada. Temos carência na saúde municipal, na educação, cultura, esporte, lazer, na manutenção de ruas, pavimentação, construção do dique, investimento na indústria e comércio, sinalização viária, qualificação dos servidores do município (sejam eles permanentes ou temporários), segurança pública... e tudo o mais que se possa pensar. Além de termos o menor PIB gaúcho ...
Portanto, como diz a sabedoria popular, “tudo que vier, vem bem”...

COMENTÁRIOS ()