Quarta-Feira, 28 de Outubro de 2020 |

Editorial

Aniversário da cidade e eleições: é hora de refletir

Por Redação em 18 de Setembro de 2020


Alvorada celebrou na quinta-feira, 17 de setembro, seus 55 anos de emancipação. Uma cidade de pessoas trabalhadoras e humildes que precisam sair diariamente de suas casas para trazer o pão e o leite para a mesa. Alvorada com certeza merece os parabéns pelo seu povo, afinal nada disso existiria senão fossem eles. Então é necessário começar esse texto os agradecendo.

Contudo, aniversário também é uma data de reflexão. Quando nós comemoramos aniversário, aproveitamos para pensar no que fizemos no último ano e o que ainda projetamos para o nosso futuro. Isso varia conforme a idade. Quando criança se quer brincar, quando adolescente se quer a maior idade, no início da vida adulta se quer conquistar bens materiais e profissionais e quanto mais velho, mais se quer voltar atrás.

No caso da nossa cidade, vivemos um momento diferente. Senão houvesse a pandemia, estaríamos há 15 dias das eleições municipais. Estaríamos as vésperas do momento de dar mais quatro anos para quem está na cidade ou dar uma chance para quem postula os cargos. Isso tanto no Executivo como no Legislativo. Contudo, devido a pandemia, as datas mudaram.

Estamos prestes a entrar na campanha eleitoral e talvez isso seja bom para o momento de reflexão que o aniversário da cidade traz. O que queremos nos próximos quatro, dez ou 20 anos? Aonde queremos ver Alvorada no futuro próximo e ao longo prazo. As eleições servem para isso, então ainda temos tempo de estudar e ver quem são as melhores opções para representar o povo nos poderes constituídos.

Por ser uma eleição diferente – ainda estamos vivendo em uma pandemia – será nas redes sociais que os nossos políticos estarão. Muitos já focam suas pré-campanhas ali e, a partir do dia 27, vamos ver o tom da campanha de cada um. Será esse o momento de ler os planos de governo e usar das redes sociais para questionar os nossos políticos sobre as dúvidas e sugestões que temos.

Antes de pensar neles ou em nós, vamos pensar em Alvorada como um todo. O que essa cidade precisa hoje, amanhã e para os próximos anos. Assim que tivermos essa resposta, será possível cobrar dos postulantes deste pleito o que eles pretendem fazer. Não se esqueçam que eles são funcionários do povo de Alvorada. Aquele mesmo citado no início que é trabalhador e merece ser respeitado. Assim como a nossa cidade.

COMENTÁRIOS ()