Sábado, 22 de Julho de 2017 |

Editorial

Atenção aos Distritos

Por Redação em 07 de Julho de 2017


Semanalmente presente em todos os recantos da cidade, o jornal A Semana esteve nos distritos industriais da cidade no decorrer desta semana. Com 29 anos, acompanhamos desde o início, a construção dos distritos, suas árduas lutas, desapropriações, os primeiros trabalhos de terraplanagem, a sua iluminação, arruamento, asfaltamento e implantação das primeiras empresas.

Localizado na entrada da cidade continua largado às traças há muitos anos. É crônico o descaso com estes empresários que fazem, através de seus impostos, a entrada significativa de receitas nos cofres públicos.

Já faz alguns anos que este local está esquecido pelas autoridades municipais. Porém é mais visível atualmente. As ruas do seu entorno e acesso necessitam reparos urgentes. Iluminação, apesar dos reiterados pedidos, costumam cair na vala comum do esquecimento e com promessas de que em breve estes reclames serão atendidos.

De igual forma, a segurança é ineficiente e se torna mais eficaz na medida que cada empresário tem de contratar individualmente ou então se cotizarem para pagar uma empresa do ramo.

Além disso, há os trabalhadores que no final do expediente, por falta de segurança e iluminação pública, tem de aguardar seu ônibus passar para então voltar às suas casas. Tudo isso com temores de que seus pertences sejam levados por ladrões.

Limpeza das ruas e calçadas, recolhimento de lixo, placas indicativas são assuntos que estes empresários, assim como a comunidade em geral, não precisasse pedir no seu dia-a-dia, pois todos pagam seus impostos.

Além disso, os empresários apresentam ao município formas para sairmos daquela velha história de que “Alvorada um dia vai crescer”, como ouvimos por aí. Podemos e temos como finalmente mudar esta frase se nossos distritos apresentarem melhores condições para os que os visitam em busca de terras para instalação de indústrias.

É triste saber pelo presidente da Associação Comercial e Industrial de Alvorada/ACIAL, que muitos empresários ao ver os Distritos da forma que hoje se encontram, buscaram noutras cidades melhores condições para suas industrias.

Bem que estes impostos poderiam estar em Alvorada se tivéssemos outro cenário aos que nos visitam. Não podemos nos esquecer dos abnegados esforços de empresários para se manterem de pé, pois nos municípios vizinhos, a realidade é muito diferente.

COMENTÁRIOS ()