Sexta-Feira, 24 de Novembro de 2017 |

Editorial

Chegou o dia da democracia

Por Redação em 03 de Outubro de 2014


Domingo é dia de exercermos nosso direito ao voto. É o dia em que as urnas refletem os anseios do brasileiro que, periodicamente, tem a oportunidade de escolher seus governantes, acertar erros cometidos e dar chances a novas filosofias e condutas. Será?
Nos últimos meses o povo tem ido às ruas em forma de protesto contra as mais diversas situações, algumas vezes de forma violenta, apesar de todas as manifestações terem iniciadas pacificamente. Alguns resultados positivos foram conquistados, outros ainda não e outros tantos dependem de mudanças efetivas, sendo a eleição uma boa oportunidade para isso.
Desta forma, é necessário que o voto seja efetivamente consciente neste final de semana. Que o nosso direito seja realizado com segurança.
Mas que direito é esse, que nos obrigam a cumprir? No Brasil, contraditoriamente, somos obrigados a escolher livremente nossos representantes junto ao Executivo e Legislativo. O voto é obrigatório a partir dos 18 anos e facultativo aos 16 e após 70 anos. Essa é a nossa democracia.
Mas o que vemos nessa eleição é um grande número de jovens e idosos interessados em cumprir seu papel de brasileiros, buscando o voto como uma forma de levantar a voz em prol do Brasil.
O dia se aproxima, e uma das decisões mais importantes para a Nação tem seu primeiro passo dado no domingo. Há casos em que a escolha é única, mas ainda há a possibilidade de um segundo turno no que se refere à eleição para governador e presidente.
Mas acreditamos que, mesmo com uma segunda ida às urnas, a vida possa voltar, gradativamente ao normal em nossas cidades. Um bom exemplo aqui em Alvorada é a Feira do Livro, que em anos anteriores foi tão propagada e agora teve seu brilho pré-realização, ofuscado pela campanha.

COMENTÁRIOS ()