Sexta-Feira, 22 de Setembro de 2017 |

Editorial

Cidade dormitório também nos finais de semana

Por Redação em 14 de Outubro de 2016


Por ser uma cidade pobre e com poucos recursos disponíveis e atrelado a outros fatores, Alvorada não possui muitos lugares que o morador possa utilizar para seu lazer. Um dos locais seria a Lagoa do Cocão, a Praça Central João Goulart e outras praças localizadas dentro de bairros.

Como todos sabem a Lagoa do Cocão vive anos de solidão a espera da despoluição e por consequência a instalação de brinquedos e num todo a sua revitalização. Atualmente o local é utilizado para colocar lixo e a água está contaminada com tudo o que se possa imaginar, ou seja, não é um local indicado para o morador tomar seu chimarrão. Isso sem falar na imensidão de aguapés que tomam conta do local.

No centro da cidade está localizada a Praça João Goulart, mais conhecida como Praça da 48. Ali existe um bom espaço para centenas, senão milhares de alvoradenses poderem aproveitar seu final de semana. Os brinquedos para as crianças estão à espera por serem utilizados e a existência de árvores é convidativa para uma boa sombra. Temos também um espaço reservado a prática de exercícios físicos, aprazível a todas as idades.

Há alguns dias também existia um enxadródomo, que contrastava com a ideia de que em numa cidade pobre a cultura é podre. Aliás, Alvorada foi um dos primeiros municípios a ter um tabuleiro gigante em sua principal Praça. Entretanto, pela segunda vez desde sua construção, o local está literalmente quebrado em menos de quatro anos. Pasmem! Quatro anos. A Prefeitura diz que está procurando os culpados.

Um pouco mais a frente estão os banheiros públicos que não recebem público, pois estão em situação caótica. Tanto que até mesmo os funcionários responsáveis pela limpeza mostram a circunstância do lugar e falam que é uma vergonha. Nem ao menos uma torneira existe no lugar, o que dirá vaso sanitário, ou seja, nem o banheiro público o alvoradense pode utilizar.

Bom, então vamos ver como estão as outras praças que existem em várias regiões da cidade... Infelizmente dá para contar nos dedos as que estão em boas condições para o uso.

Alvorada é conhecida por muitos como cidade dormitório, pois o morador só volta para dormir a noite e retorna a outros municípios para trabalhar no outro dia. Se alguma medida não for tomada isso vai acontecer também nos finais de semana, pois muitos estão indo para Porto Alegre e outras cidades da Região Metropolitana para fazerem o que não podem fazer em Alvorada. Um simples lazer.

Está mais do que na hora de termos uma Lagoa do Cocão revitalizada, uma Praça Central em que no mínimo o banheiro público possa ser utilizado e que outros locais possam receber o cidadão que paga seus impostos. Caso contrário, teremos uma cidade dormitório também nos finais de semana.

COMENTÁRIOS ()