Sábado, 29 de Abril de 2017 |

Editorial

Colunistas e Oportunistas

Por Redação em 28 de Novembro de 2014


Em um universo onde tanto se cobra os pesquisadores, cientistas e intelectuais pela má conduta científica, determinados veículos de imprensa têm abusado do desagradável e oportunista uso do plágio através de seus colunistas, e pior, por seus proprietários. O plágio tem sido tão evidente e está sendo utilizado com tanto descompromisso por pessoas que se intitulam inclusive como jornalistas, que seria aconselhável aos donos e responsáveis pelos principais jornais e revistas de circulação em nosso País que aumentassem a fiscalização destes espaços. Num futuro próximo, práticas deploráveis como esta não serão mais aceitas pela sociedade e seus responsáveis diretos ou indiretos sofrerão sérias punições.
Ao analisar os principais veículos de comunicação impressa de nossa cidade, é assustadora a quantidade de informações não autorais que estão sendo disponibilizadas ao leitor através de suas colunas e matérias, sem a devida citação de sua verdadeira autoria. Reportagens na íntegra são disponibilizadas sem a referida citação autoral, oriundas da internet ou até mesmo de revistas, como se as mesmas tivessem sido elaboradas e escritas pelos referidos colunistas, que neste caso, se eximem de sua real atribuição para colher os louros e benefícios de algo que não é seu. São os chamados colunistas CTRL C / CTRL V...
Tentam se apoderar de um pensamento que não é seu, muitas vezes pelo simples fato de concordarem com o que foi escrito, quando poderiam simplesmente compartilhar as boas ideias ou pensamentos de alguém, sem esquecer de referi-lo. As vezes encontramos edições com índice superior a 70% de plágio, sem sequer dignar-se a informar as fontes de tais informações.
Estamos em pleno Século XXI e isto nos traz uma grande reflexão. A responsabilidade de melhor informar a comunidade daquilo que ela realmente necessita, daquilo que lhe é familiar, do seu bairro, da sua cidade. A modernidade, a internet e outros diversos meios estão a nossa disposição. E a nós cabe a melhor maneira de bem informar a comunidade. E ela é soberana e a ela é que nos dirigimos. E continuando juntos poderemos nos encontrar e qualificar ainda mais o Compromisso com a Verdade.

COMENTÁRIOS ()