Sábado, 25 de Março de 2017 |

Editorial

Descaso que gera prejuízo

Por Redação em 13 de Dezembro de 2013


Manter a “casa arrumada” é uma premissa para um bom administrador seja doméstico ou público. Partimos do princípio que, quando tudo caminha dentro da normalidade, se evita as surpresas, acidentes, desavenças...
Em uma cidade não é diferente e tudo segue conforme a normalidade, o povo vive feliz, os comerciantes atendem bem sua clientela que só tende a aumentar, os motoristas trafegam com facilidade, pedestres se sentem seguros, os que apresentam deficiências físicas se locomovem sem obstáculos, jovens e crianças estudam com ânimo, a população é bem atendida nos postos de saúde, no judiciário e nos setores públicos...
Mas não é isso que está acontecendo em Alvorada. Por todos os lados vemos um povo insatisfeito e já sem paciência em esperar pelo tempo necessário para “colocar a casa em dia”. Estamos no final de 2013 e são muitos os prejuízos para a cidade e sua população. Algumas antigas conquistas se perderam sob a alegação de que não estavam consolidadas!?!?!? Consolidadas onde, no dia a dia do alvoradense ou na vontade política dos que agora chegam?
E o que vemos são prejuízos para a sociedade e também pessoais, como o do carro que teve que ir para a oficina porque o motorista acabou caindo em um buraco tão pequeno que chegou a arrebentar a suspensão. Sorte que vinha devagar, assim como os passos dados pela cidade. Prejuízo na auto-estima, pois acreditavam em dias melhores no comércio, na ida ao trabalho, na ida aos estudos, no atendimento aos necessitados, excepcionais, etc. e etc.
Um longo e suado caminho deverá novamente ser percorrido a fim de conquistarmos novamente aquilo que já tínhamos conquistado. Inúmeras promessas estão batendo as nossas portas novamente, com novo discurso, com nova roupagem. E a que nos levará? Qual o resultado efetivo?
O povo alvoradense é um povo ordeiro, trabalhador, solidário. Sabe a seu tempo e a seu modo se apresentar, respeitar e ser respeitado. E tem a certeza de que os belos anos que sempre sonha está prestes a se apresentar.

COMENTÁRIOS ()