Terça-Feira, 20 de Fevereiro de 2018 |

Editorial

Em breve, um novo recomeço

Por Redação em 09 de Fevereiro de 2018


Um ritmo de descompasso se faz sentir nos primeiros meses do ano. São os feriados do ano velho – Natal e Ano Novo – e agora, algumas semanas após, novo feriado para prolongar um pouco mais a retomada efetiva do ano.

A poucas horas das festividades do carnaval, o Brasil para novamente por vários dias engessando ainda mais os concorridos dias de feriados e que se prolongarão por outras vezes durante o ano. Se já não bastasse estar a nível nacional, estadual e municipal celebrando os mais baixos índices em inúmeros levantamentos, temos ainda estes dias sem trabalho algum.

Estudos demonstram em todos os sentidos de que os feriados afetam em muito os baixos índices do PIB (Produto Interno Bruto) e dificultam a retomada das atividades aos patamares normais de trabalho. E esta já é uma característica nacional reconhecida internacionalmente. E dividida neste imenso Brasil por diversas regiões.

Na região sul, o foco mais acentuado é nas cidades que aglomeram grandes populações e que se fazem presentes nos festejos. Porém, do outro lado, também é grande o vazio deixado por se deslocarem as suas terras de origem, ou tomando o rumo do litoral ou serra a fim de buscar mais um pouco do descanso.

E na nossa cidade, os festejos estarão mais presentes somente no mês de abril, longe de todas as datas tradicionais e com o apoio de outras cidades que já festejaram em seus locais.

E mesmo anonimamente, centenas de pessoas estarão em retiro, seja espiritual ou afastados por não se identificar com o ambiente proposto. A merecida pausa para mais alguns dias de descanso deve servir de alento, pois o ano recomeça já na segunda quinzena de fevereiro. Ano este que é eleitoral e paira sobre todos nós a angústia da tomada de crescimento alicerçada no trabalho e na conduta moral de cada um de nós.

COMENTÁRIOS ()