Quinta-Feira, 23 de Novembro de 2017 |

Editorial

Feito casa velha

Por Redação em 07 de Junho de 2013


Casa nova é uma maravilha. Cheia de sonhos e com cheirinho de móveis saídos da fábrica, também possui todos os equipamentos funcionando, necessitando de apenas pequenos ajustes, que os moradores vão providenciando conforme surgem.
Ali a vida flui levemente e com alegria; ali há planos para o futuro e a sensação de um passado concretizado, tudo é paz e amor...
Mas, os mais experientes sabem que, com o passar do tempo, as coisas mudam. O que não quer dizer que a qualidade de vida piore. Mas é que passam a ser necessários pequenos e grandes reparos, algumas substituições, reformas, mudanças...
E com uma cidade é quase a mesma coisa. Contudo, Alvorada, com seus 47 anos, é considerada jovem, ainda que necessite de reparos.
Algumas ações estão sendo tomadas. Mas, feito casa velha, nos parece que quando consertamos daqui, o rombo acaba aumentando dali. Fecharam alguns buracos das vias, limparam alguns canteiros, estão assoreando os arroios (trabalho que é realizado anualmente com equipamento do Governo do Estado)... Mas a coisa parece não resolver, feito casa velha remendada...
Já no final de 2012 a informação era de que os controladores de velocidade espalhados pelas principais vias da cidade não estavam funcionando. Eles, que foram instalados nos pontos mais críticos de fluência de carros e pedestres, tinham o objetivo de conter o grande número de acidentes que ocorriam na cidade.
Pois nos parece que hoje a situação está mais grave, do que antes. Com o passar do tempo muitos motoristas se deram conta que o equipamento não mais autua e a imprudência voltou a tomar conta das ruas.
São carros e motos que ultrapassam em alta velocidade os motoristas que ainda respeitam as indicações de redução de velocidade, o que coloca em risco pedestres e outros condutores.
A atual Administração Municipal tem ainda muito a fazer, e apenas começou o seu trabalho de quatro anos. Em cinco meses completos de governo, realizou alguma coisa, mas ainda falta a manutenção mais efetiva das ruas, há muita deficiência na limpeza de canteiros e áreas públicas, desacerto com os servidores municipais que arriscam greve!
GREVE?
Daí sim, vamos ver o que é ter e viver em um lugar feito casa velha.

COMENTÁRIOS ()