Quinta-Feira, 22 de Outubro de 2020 |

Editorial

Investimentos para o inverno... de 2019

Por Redação em 15 de Junho de 2018


O inverno no Brasil tem início em 21 de junho, mas no Rio Grande do Sul, a população já começa a sentir as baixas temperaturas e se agasalhar cada vez mais.

Entretanto, um fator que vem junto do inverno são as doenças. Muitos ficam gripados, resfriados ou com outras doenças mais fortes. A realidade é tanta que a campanha de vacinação contra a gripe termina neste sábado, 16/06, uma semana antes de o inverno entrar oficialmente no calendário. O problema é que ele resolveu chegar uns dias antes.

Com isso, é possível perceber que a Secretaria da Saúde vem trabalhando maciçamente, mas passa dificuldades para colocar seus projetos em prática. Projetos esses que nem surgiram agora, mas sim foi herdado da gestão Serginho, que conseguiu recursos para construir três postos de saúde e uma UPA, mas não para inaugurá-las ou colocá-las em funcionamento.

Isso porque empecilhos surgiram. Seja a falta de equipamentos para os postos de saúde como também a falta de recursos para gerir a UPA 24 Horas. Desde que assumiu a Secretaria de Saúde (SMS), Neusa Abruzzi vem trabalhando atrás de alternativas para abrir as UBS’s e fazer com que o prédio construído pelo governo do PT seja aberto e preste serviços na comunidade.

O inverno de 2018 está chegando. Esse é o período onde o alvoradense mais procura os serviços básicos de saúde e, infelizmente, nenhum dos quatro prédios foram abertos e entregues para a comunidade. O Jornal A Semana vem acompanhando todas essas histórias e ouvindo o que o Executivo tem a dizer sempre que um prazo anunciado chega e o espaço não é inaugurado.

Entretanto, pelo menos desta vez, é possível sonhar com a abertura de alguns dos espaços. O acordo com o Ministério da Saúde para utilizar o prédio da UPA 24 Horas como um pronto-atendimento, das 07h às 00h, já foi oficializado pelos governos Federal e Municipal. A expectativa é de que até as eleições de outubro o espaço seja finalmente aberto ao público. Lembrando bem: ano eleitoral.

Já os três postos de saúde fechados estão em estágios diferentes. Contudo, os três locais estão com o cercamento sendo feito. Além disso, já existem equipes para dois deles, faltando apenas os equipamentos e mobiliários para que o Porto Verde e a Nova Alvorada recebam os seus respectivos postos. Apenas a UBS São Francisco ficará para trás, devido a problemas judiciais do passado.

A saúde do município carece de investimentos. Todos sabem disso e compreendem que esses problemas não serão solucionados em apenas uma gestão. Entretanto, pelo que se parece – e prevê – o inverno de 2019 deve ser melhor e mais reconfortante para a população.

COMENTÁRIOS ()