Domingo, 09 de Agosto de 2020 |

Editorial

Longa espera pelo cumprimento da promessa

Por Redação em 13 de Abril de 2018


A busca para qualificar os quadros funcionais em qualquer empresa é o mínimo esperado para a busca de melhores resultados. E em tempos de crise e tropeços na economia de um país a audácia deve ser pontual a fim de alcançar os objetivos propostos. As escolas estão todas de portas abertas para bem atender a sua comunidade. De igual forma as faculdades estão em todos os recantos deste Brasil e os cursos a longa distância para diminuir esta separação abismal do conhecimento.

E o ensino está presente em todas as áreas e em todas as esferas. Se o ensino nacional não está a contento, o Governo Federal oferece ou ofereceu uma gama de cursos no “estrangeiro” para a melhor qualificação profissional de seus cidadãos. Outros tantos se desfizeram de suas economias em busca de um melhor conhecimento em outros países para melhor aplicar o conhecimento aqui no Brasil.

São inúmeros os exemplos na iniciativa privada que deram certo investindo na educação. Porém no campo político, os “governantes” optaram em fazer exatamente o contrário, ou seja, a maior pilhagem nos cofres nacionais com o poder que o seu povo lhe concedeu nas urnas. Um péssimo exemplo exportado a outros países como nunca se viu, achando-se acima de tudo e de todos. E isto no campo político é ressaltado aos olhos, pois o último a ver a qualidade dos serviços públicos é o povo.

Povo este eleito para bem os representar, mas basta ascender politicamente que o discurso eleitoral ficou somente nas promessas pois o “amigo” do alheio é forte e coopta a grande maioria, com algumas regras de exceção.

E junto ao paço municipal, após algum tempo de governo, nota-se rumores de alterações em algumas secretarias. Alguns saem da maneira como entraram sem serem notados. Outros com o dever cumprido, deixando um breve legado. E o povo no aguardo de soluções concretas que cheguem a cidade, o seu bairro, a sua rua, a sua casa. As redes sociais estão repletas de fotos de gabinetes recheados de boas e excelentes intenções, porém a comunidade continua a esperar ansiosa pelas promessas que teimam anualmente em não se concretizar.

A poucos meses do frio do inverno e tempo chuvoso, dezenas de ruas estão à espera de investimento, pois continuam intransitáveis ou de difícil percurso. De igual forma, postos de saúde estão à espera de investimentos que teimam em ficar em promessas. E o rigoroso inverno tem data marcada para chegar, porém a sua saída ainda não.

Que os novos ventos tragam notícias que saiam da promessa de dentro dos gabinetes e se faça presente junto a comunidade alvoradense, ávida por promessas cumpridas e excelentes anúncios.

COMENTÁRIOS ()