Quinta-Feira, 21 de Setembro de 2017 |

Editorial

Nosso jubileu de ouro

Por Redação em 17 de Abril de 2015


Época repleta de festejos. Assim nós alvoradenses esperamos por anos pela chegada deste ano festivo, o ano do jubileu de ouro. Milhares de alvoradenses nasceram nestas paragens e centenas são os que estão presentes em nosso meio para abrilhantar esta festa. Centenas porque muitos saíram para buscar novos horizontes, novos mundos, porém tem em seu coração a marca de ser de Alvorada.
Nos festejos do Jubileu de Prata, o jornal A SEMANA faz parte da história do município por noticiar fatos desde 1989, ano de fundação. Quando a cidade festejou 25 anos de emancipação, foi relatado neste mesmo espaço, de que “além da preservação da história de Alvorada, é importante também que o presente seja apresentado, analisando e que soluções sejam levantadas pra todos os alvoradense”.
Faltando alguns meses ainda, ou mais precisamente cinco meses, ainda não existe um calendário oficial de festejos. No próprio endereço eletrônico da Prefeitura Municipal onde deveria constar as datas destes acontecimentos, existe o link para cópia do banner oficial, e para entre outras utilidades, copiar o “papel de parede que apresenta o símbolo oficial do cinquentenário do município e ilustre seu computador mostrando seu amor por Alvorada”.
Urge a necessidade de serem tomadas as rédeas para que efetivamente esta data tão significante não passe em brancas nuvens. As crianças de todas as escolas já deveriam ter em seus rostos a alegria de entoar o Hino de Alvorada de autoria da moradora Estela Maris Oliveira Cezar. E será que já o escutaram nestes primeiros meses de aula? E os campos de futebol já estão pulsando o anseio de jogadores. Campos já foram cercados, vestuários reluzentes, casamatas à disposição de todos, etc., etc.,.
Lutas gloriosas do passado continuam presentes atualmente. E não devemos de deixar fazer parte os munícipes que fizeram a nossa história. E certamente eles já foram convidados. Estão já fazendo parte dos convites. Ou não? O anfitrião da festa é a comunidade e dela nós alvoradense participaremos.

COMENTÁRIOS ()