Quarta-Feira, 12 de Agosto de 2020 |

Editorial

O tão aguardado alinhamento das chamas

Por Redação em 06 de Abril de 2018


Os caminhos percorridos no nosso dia-a-dia nos levam às vezes a passos largos outras vezes mais lentamente a novos horizontes. E a fertilidade de informações que nos veem a todo o dia, a toda hora é de infinidade ímpar. De igual à forma, a onda do momento, as notícias falsas – fake news, nos deixam ainda mais alertas para não cairmos no descrédito ou continuarmos a achar que o nosso “mundo” é o que interessa.

E de fake news, ainda mais neste ano eleitoral as redes sociais estão repletas. Principalmente no campo político, onde o descrédito é ainda maior. Os que estão dentro, pouco esforço fazem para melhorar a sua imagem e dos que os cercam. É mais fácil ficar comodamente sentado no barco e deixar que as águas os levem do que auxiliar na melhoria da navegação.

E no ano eleitoral várias informações e viagens de turismo acontecem para o interior dos municípios, pois é lá que estão os votos válidos. E se estamos numa região densamente povoada e com grande número de votantes, é hora mais do que oportuna de os políticos que caem de paraquedas aqui aportarem. E em grande número aqui vem pois é próximo de tudo e fácil contato pois grande maioria da população tem origem interiorana, onde os políticos também atuam.

Lembramos que o ano eleitoral passa e aqui ficamos nós meros cidadãos ordeiros e trabalhadores. São inúmeros as histórias de vãs promessas aqui deixadas e não efetivadas. E a simples visita do governador do Estado realça esta afirmação, pois obras que deveriam ter sido entregues a longa data, estão aí dando total prova da incapacidade de administração do dinheiro público.

São rotuladas mais de uma dezena de ruas com infindas promessas e somente as menores, que menos investimentos necessitam, estão adiantadas. As demais continuam no compasso das promessas. E isto sem contar com outras obras públicas como o Céu das Artes, UPA, Postos de Saúde, Ginásio de Esportes, além das principais vias de acesso, como as Avenidas Frederico Dihl, Getúlio Vargas, Olegário José Guimarães, Piratini, etc., etc., etc.

Este ano é um dos tantos já vividos e entra ano e sai ano o marasmo é o mesmo. E principalmente no campo politico e realçado junto as eleições. E nós eleitores, frente aos cenários nacional e estadual, desde agora estejamos alertas, para que quando do depositar do nosso voto nas urnas, não descubramos depois que fomos vítimas dos fake news, políticos.

COMENTÁRIOS ()