Quarta-Feira, 29 de Março de 2017 |

Editorial

Piorando cada vez mais...

Por Redação em 04 de Novembro de 2015


No inicio desta semana uma comitiva formada por secretários municipais comerciantes e industriários da cidade, foram recebidos pelo Secretário Estadual da Segurança, Wantuir Jacini. Em pauta as diversas invasões que estão acontecendo no município e que tiram o sossego dos vizinhos, empresários, políticos, além de trazer intranquilidade ao futuro do município.

De lá voltaram mais aliviados ao que tange as responsabilidades do Estado, pois todos os mandados de despejo serão cumpridos brevemente e a paz retornará. Porém o desequilíbrio na natureza, esta não terá volta, pois o meio ambiente não foi poupado pelos invasores.

E o governo que hora ocupa o seu espaço tem histórico há longos anos, o apoio incondicional às invasões. E elas não ocorrem somente no cenário urbano, a intranquilidade também impera por este Brasil afora. Não podemos esquecer e fazer lembrar, de que dentro do paço municipal, adentrando o gabinete do Prefeito diversas lideranças que praticam um discurso diferentemente pregado pelo executivo tem acento privilegiado. Para dar vez e voz efetiva, necessariamente é preciso o prefeito tomar as rédeas, caso contrário é dúbio o seu falar.

E esperando algo mais profundo acontecer, na tarde desta segunda, a notícia que muitos esperavam ficou somente numa prática evasiva. Depois de inchar a máquina administrativa com CCs além do tolerável, a notícia é da redução de parte de alguns vencimentos. Seria digno uma redução significativa de secretarias, o corte na pele dos cargos comissionados, porém a política é outra, diferente e longe da eficácia da iniciativa privada.

O governo Federal e Estadual cortaram gastos, poucos gastos. Mas longe disso ficou o poder municipal. E o ano vindouro que se aproxima será bem mais amargo nas finanças e o público ainda não se valeu destas notícias. E o que era de lamentar com referência a limpeza da cidade, saúde, qualidade das ruas nada se ouviu falar. E o nosso dia-a-dia terá um fardo mais pesado a levar. Lembraremos no futuro com saudades os dias de hoje.

COMENTÁRIOS ()