Terça-Feira, 25 de Julho de 2017 |

Editorial

Pra quando é?

Por Redação em 21 de Dezembro de 2012


Quem tem filhos sabe. O nascimento de uma criança transforma a vida de uma casa, da família e, até mesmo, dos amigos mais próximos.
São muitos os preparativos, muitos os pormenores. Temos que pensar no conforto e na saúde do novo ser e também dos que o cercam. E, apesar de alguns negarem, tudo passa a acontecer em torno daquela novidade.
São móveis e utensílios a serem comprados; roupas, fraldas, mudanças na casa e algumas vezes também no carro da família, que deve se adaptar às necessidades do que está por vir.
São detalhes e mais detalhes que, repetimos, envolvem a todos que cercam a família que está prestes a crescer, a modificar.
Isso sem falar na saúde do bebê e de sua mãe e também na saúde financeira da família, pois mesmo que muito desejada, uma criança implica em despesas e surpresas.
E é justamente a surpresa o principal componente de um nascimento. Se for natural, ninguém sabe ao certo quando deve acontecer e de que forma vai se desenrolar. E até mesmo àqueles que optam por escolher datas, muitas vezes são pegos desprevenidos, pois a vida floresce quando menos se espera.
E mesmo assim, a alegria toma conta de tudo e de todos.
...
O Natal também é assim. A cada ano nos preparamos para a vinda de Jesus. Seu nascimento.
Sim! Por que vocês perceberam que não comemoramos o aniversário do Senhor, e sim o Seu nascimento?
Desta forma nos é possível preparar para a novidade, para a natividade. Temos, a cada dezembro, a possibilidade de mudar nosso comportamento, nossos hábitos para melhor receber Jesus em nossas vidas.
E esse é o grande presente que Deus no dá, a chance de esperar pela Criança Divina, curtir o momento, a expectativa e a alegria do nascimento sem surpresas, com hora e dia marcado.
Assim, nós cristãos, preparamos a casa, escolhemos a melhor roupa, preparamos pratos deliciosos e, oportunamente, abrimos o coração para acolher Aquele que veio nos resgatar através do Amor e da Paz.

COMENTÁRIOS ()