Sábado, 25 de Março de 2017 |

Editorial

Segundo turno, segunda chance

Por Redação em 24 de Outubro de 2014


Nem sempre a vida nos dá uma segunda chance. Muitas vezes há apenas uma oportunidade de viver e acertar, ou errar... e quando isso acontece arcamos com a consequência por muito tempo, até mesmo anos. Consequências dos nossos erros ou acertos nos acompanham pela vida.
E muitas são as escolhas erradas que fazemos a cada período, que se tornam aprendizados aos mais sábios e extremo castigo aos ignorantes que perdem a oportunidade de praticar sempre, em qualquer situação.
Há ainda os acertos por “acidente”, pode-se dizer, quando o que parecia dar errado chega a um resultado positivo... e vice-versa.
Pois bem, neste domingo o Brasil tem uma segunda chance. E acertar ou errar está nas mãos dos brasileiros. Pessoas que, como nós, tem suas convicções, seus interesses, suas preferências... Pessoas que acreditam e querem um país melhor, um estado melhor.
Mudanças poderão ser implantadas, ou não, mas o importante é que os governos que iniciem em janeiro de 2015 tenham em mente o Bem Comum, o bem de todos. Que os governantes conduzam suas ações para todos e não apenas para uma minoria (ou seria maioria?).
A política é a ciência que deve sempre visar o Bem Comum, ou seja, a boa política tem como objetivo o bem de todos, o melhor para todas as pessoas, independente de raça ou credo, sexo ou condição social e econômica.
Pode parecer difícil, em um primeiro momento, falar em totalidade, em beneficiar a todos. E é por isso que a política hoje é tratada como ciência, uma ciência que surgiu com a sociedade. E toda a sociedade desenvolvida possui leis, regras, que fazem com que todos possam viver e conviver em harmonia, em paz, em busca do tão sonhado Bem Comum.
Portanto, neste domingo, antes de utilizar o seu direito/dever de votar, analise e veja quais candidatos, realmente, tem como objetivo um Brasil melhor para todos os brasileiros, e não apenas para essa ou aquela parte da população.

COMENTÁRIOS ()