Sexta-Feira, 07 de Agosto de 2020 |

Editorial

Tomara que seja a última vez

Por Redação em 30 de Agosto de 2019


Mais uma vez é capa do Jornal A Semana a retomada das obras da Consulta Popular, conquistadas em 2012, iniciadas em 2014 e que, desde então, passa por paralisações e retomadas. Isso acontece quase que anualmente e, quem mais sai prejudicado é a população, que cria a expectativa, mas tem que conviver com a frustração.

O anseio da população era tão grande que, para todos os cinco candidatos ao Governo do Estado (Eduardo Leite, José Ivo Sartori, Jairo Jorge, Miguel Rossetto e Matheus Bandeira) entrevistados na cobertura eleitoral de 2018, uma pergunta se repetia: o que seria feito com as obras da Consulta Popular em Alvorada. Felizmente todos os candidatos disseram que elas seriam mantidas.

Todos os repórteres que passaram pelo veículo durante esses sete anos (desde o anúncio) visitaram essas ruas, conheceram famílias e compreenderam a importância que essas obras têm para a população. O problema é que hoje o povo está descrente. Existem vias que receberam e perderam o material devido ao tempo que a brita base ficou exposta e sem receber o pavimento. Dinheiro que foi pelo ralo sem retorno.

Essa semana a retomada foi assinada. 15 das 19 ruas devem ter suas obras retomadas e espera-se que concluídas. Como dito anteriormente, quando se criam altas expectativas, fica fácil criar grandes frustrações e isso, ainda mais quando estamos prestes a entrar em um ano eleitoral, é muito complicado. Isso muda uma eleição e muitos políticos sabem disso. De igual forma o eleitor.

Contudo, agora não é o momento de pensar no pleito de 2020, mas sim de buscar alternativas para que não faltem mais recursos – por mais que se saiba que a Prefeitura manteve as contas em dia – para que essas obras finalmente sejam concluídas. Afinal, serão mais 15 ruas pavimentadas em uma cidade que sofre com poeira e chão batido. E outras dezenas continuam na espera.

Retomar essa obra é uma grande iniciativa, mas concluí-las no prazo será a cereja do bolo de uma gestão que, em seu terceiro ano, focou os investimentos em asfaltamento da cidade. Não são apenas as ruas da METROPLAN, mas sim outros locais que recebem recursos para melhorar a infraestrutura viária da cidade. Em um município como Alvorada, o que mais as pessoas querem é se livrar da areia/poeira nas ruas.

COMENTÁRIOS ()