Domingo, 09 de Agosto de 2020 |

Editorial

Um investimento à altura para a saúde

Por Redação em 07 de Fevereiro de 2020


Uma mudança de paradigma e para melhor. O que está acontecendo no Laboratório Municipal está enaltecendo a cidade e levando o nosso nome a todos os rincões do Brasil. São pessoas no lugar, na hora certa, exercendo a sua atividade para o benefício da comunidade.
A doação do Xpert MTB/RIF feita pelo Governo Federal em 2015 caiu na cidade de Alvorada, não por acaso, mas por saber da necessidade deste equipamento devido a sua grande utilidade. É um valor ínfimo se for comparado com os resultados obtidos até agora, com os que estão vindo e as novas descobertas nos próximos dias e meses. Os profissionais também são amparados por chefias responsáveis que tem forte estigma com a sua comunidade e os apelos para os que mais sofrem nas filas da área da saúde.
Um novo espaço condizente com a qualidade dos profissionais que labutam incansavelmente para trazer melhor qualidade de vida para a sua comunidade. Agilidade e prestação de qualidade na entrega dos resultados, o que há poucos meses, levava muito tempo e o diagnóstico chegava tarde.
Celeridade, pontualidade, credibilidade, são alguns adjetivos empregados para o retorno de resultados a quem mais precisa e busca finalidades para a sua enfermidade. E nos tempos atuais, quando hospitais, consultórios pedem inúmeros exames, agora o temos de modo gratuito disponível a toda a comunidade.
Este pequeno equipamento que cabe em qualquer mesa de trabalho reanimou os notáveis profissionais da saúde e este belo aproveitamento deve ser motivo de orgulho e mais do que isso: deve dar o retorno pessoal de agradecimento ao Ministério da Saúde a quem confiou este equipamento, sabendo do efetivo retorno de benefícios à comunidade.
Que este ato de aproveitamento máximo desta tecnologia traga outros equipamentos e que sejam efetivamente utilizados de modo imediato ao benefício de toda a comunidade, porque o retorno dos impostos deve ser feito também, com a prestação de serviços à contento do real patrão, ou seja, o povo alvoradense.

COMENTÁRIOS ()