Quinta-Feira, 22 de Outubro de 2020 |

Editorial

Um novo frescor para o futsal

Por Redação em 27 de Julho de 2018


O esporte alvoradense, assim como outras áreas consideradas secundárias, como a cultura, é pouco valorizado dentro e fora do município. Por incrível que possa parecer, é menos valorizada pelos próprios alvoradenses do que pelo os que veem de fora. Contudo, existem perspectivas de mudança e isso pode ser visto com a ascensão que a S.E.R. Alvorada vem tendo.

Para quem não sabe atualmente o clube disputa a Série Prata do campeonato gaúcho de futsal. A competição é considerada a segunda divisão e, na primeira, existem times grandes como a ACBF (Carlos Barbosa) e o Atlântico (Erechim). Além disso, o clube de Alvorada venceu na última semana a XIV Copa dos Campeões de Esteio, torneio conhecido como um dos mais disputados e populares da região metropolitana.

Querendo ou não, o surgimento – e sucesso – da S.E.R. Alvorada influencia outros times de futsal da cidade a se reerguerem e tentarem novamente um lugar ao sol. Um nítido exemplo disso é a Rabelo F.C. que retornou ao cenário estadual neste ano. O time está disputando a Série Bronze após 23 anos longe da competição. A perspectiva era a classificação para a Série Prata no próximo ano e o clube segue vivo na disputa.

Porém é possível ver, tanto nos dois times como nos outros clubes amadores, que o futsal alvoradense ainda sofre para conquistar o seu espaço. Isso tanto do poder público, que ao contrário de outras cidades, não patrocina ou apoia financeiramente os clubes; quanto da iniciativa privada, que também não incentiva a prática do esporte e nem apoia os clubes do município no qual estão instaladas.

Isso que está se falando de uma cidade que já foi tradicional no futsal gaúcho. Isso quando o clube Santos/Moderation disputou com grande destreza nos campos do Estado. Foi campeão em alto estilo e a equipe do Enxuta – Campeão Nacional, em jogo festivo, veio colocar as faixas de campeão em jogo que literalmente lotou as arquibancadas do ginásio da São Marcos.

Quem sabe com o título conquistado pela S.E.R. Alvorada não de um novo frescor para o futsal municipal. Isso nos níveis profissional e amador. Que mais competições e clubes surjam, mas que também os poderes públicos e privados deem o apoio necessário para que o esporte possa seguir crescendo.

COMENTÁRIOS ()