Domingo, 09 de Agosto de 2020 |

Editorial

Um novo sopro para a saúde

Por Redação em 26 de Abril de 2019


Desde o início da atual administração, o prefeito José Arno Appolo do Amaral (MDB) nunca escondeu que tinha um apreço e um cuidado muito grande com a saúde e a educação de Alvorada. Sempre foram áreas que ele dedicou atenção, colocou pessoas do seu partido e elogiou como dois setores que estavam muito bons nesta sua primeira metade de mandato.

Nos primeiros dos anos, a Secretaria de Educação era administrada pela vereadora Neuza Machado (MDB), que conseguiu o feito de inaugurar três novas escolas em dois anos – as obras já haviam começado na gestão passada. Além disso, foi retomada a Feira do Livro, dado os uniformes escolares e trabalhado forte em projetos de alfabetização e educação infantil.

Já a Secretaria de Saúde é administrada pela presidente do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), Neusa Abruzzi – xará da ex-secretária da SMED. Nestes dois primeiros anos, foram reformados postos de saúde e solucionados problemas tradicionais como as filas de espera nas UBS’s. Contudo, muitos dos projetos desenvolvidos demoraram a serem concluídos.

Muitas vezes isso acontece devido à complexidade em questão, mas novidades começam a surgir neste terceiro ano de gestão. A UBS Porto Verde já foi inaugurada e, na próxima semana, será a vez do posto de saúde da Nova Alvorada abrir suas portas. Além disso, o mês de maio reserva a abertura da UBS São Francisco e a retomada dos Serviços Integrados para Mulheres (SIM).

Para o futuro ainda estão sendo desenvolvidos os projetos de reformas de outros postos de saúde, a transformação do prédio da UPA 24 Horas em uma unidade de pronto-atendimento e a mudança da farmácia municipal para um espaço maior. Todos os projetos que estão sendo desenvolvidos em paralelo e que visam um olhar mais atento para a saúde dentro dos bairros.

Obviamente que nem tudo são rosa. Seguidamente chegam relatos de problemas na farmácia, filas extensas em postos de saúde e falhas no atendimento do hospital. Contudo, não se podem negar os investimentos que estão sendo realizados na área da saúde – que vem desde o início e estão culminando neste terceiro ano de gestão. Que Alvorada ganhe com isso e que a população tenha uma saúde mais digna.

COMENTÁRIOS ()