Quinta-Feira, 22 de Junho de 2017 |

Fique Sabendo

Dia do Imigrante

Por Redação em 29 de Novembro de 2013


Existem controvérsias quanto à verdadeira data em que se dá o Dia do Imigrante. Em alguns sites ou blogs, informa-se como sendo a data, dia 1 de dezembro. Em outros, diz-se o dia 25 de junho como sendo o Dia do Imigrante, por se tratar do encerramento da Semana da Imigração Japonesa, que se inicia em 18 de junho.

Lei – A data é comemorada desde novembro de 1957, quando o decreto n° 30.128, assinado pelo então governador de São Paulo, Jânio Quadros, determinou o 1° de dezembro. A data foi escolhida para coincidir com o primeiro domingo do advento, que significa "vinda, chegada". Instituído no Brasil em 1957 através da lei 30.128, o Dia do Imigrante é comemorado oficialmente em 25 de junho, quando se encerra a semana das festividades iniciadas em 18 de junho, com o Dia da Imigração Japonesa.

Imigrante – Imigrante é a pessoa que mora em um país diferente daquele em que nasceu. A imigração ocorreu por vários motivos, dentre os quais a falta de perspectiva do individuo em sua própria nação, espírito de aventura, guerras, razões políticas, estudo etc.
Quando o Brasil se tornou independente de Portugal, em 1822, já era um país muito extenso, mas pouco povoado. Era preciso ocupá-lo de fato, isto com sua própria gente, e dessa maneira garantir as fronteiras. Por esse motivo, uma das medidas do governo brasileiro foi incentivar a vinda de imigrantes europeus. Eles contribuíram para o desenvolvimento de uma vasta área do país.
Embora, os portugueses tenham sido antes de tudo nossos colonizadores, eles vieram como imigrantes para o Brasil em 1853. Ao chegarem se estabeleceram em São Paulo, principalmente, nas fazendas de café. Mas depois, ampliaram suas atividades no interior do país, abrindo pequenos negócios como padarias, mercearias e serralherias etc.
Na região Sul, italianos, alemães, poloneses e ucranianos, entre outros, povoaram as áreas serranas e os vales dos rios. Esse movimento, iniciou em meados do século dezenove e se estendeu até as primeiras décadas do século vinte.
Ao longo de todo o século XIX, o Brasil também foi parada obrigatória de muitos cientistas e artistas europeus. Embora eles não viessem ao Brasil com o objetivo de viver aqui, mas apenas para conhecer e registrar a exuberância de plantas, animais e povos nativos, os cientistas e os artistas estrangeiros ajudaram a divulgar a imagem de nosso país na Europa.

Influências - Ainda hoje, na região Sul, a atividade econômica mais importante e que emprega mais pessoas é a agricultura. Foram os imigrantes que difundiram a pequena propriedade, a policultura, o trabalho familiar, o cultivo de uva e a mentalidade empresarial. Além de influenciar na nossa língua, na arquitetura, nos costumes contribuíram para a formação do povo brasileiro, através da miscigenação.

COMENTÁRIOS ()