Segunda-Feira, 05 de Dezembro de 2022 |

SIMA

Tá tudo caro, Appolo!

Por Redação em 26 de Novembro de 2021


Como a maioria da população brasileira, os Servidores de Alvorada sofrem com a disparada dos preços dos alimentos, combustíveis e energia. Com a Campanha Salarial 2021/2022, queremos reajustar os salários em 26% e resgatar direitos suspensos pela prefeitura, como a reposição da GTS. A prefeitura tem a chance de reconhecer o valor dos Servidores na prática, devolvendo à classe parte das perdas salariais sofridas em nove anos sem qualquer reajuste.

Entre janeiro e outubro desse ano, o preço de um litro da gasolina subiu R$ 1,64, passando de R$ 4,62, no primeiro mês do ano, para R$ 6,26, em outubro. No diesel, o aumento foi de R$ 1,28 por litro, subindo de R$ 3,69 na média de janeiro para R$ 4,97 na média de outubro.

O efeito desse aumento nas refinarias é sentido nos postos de combustíveis, no transporte público e na cozinha das famílias alvoradenses. O botijão de 13 de quilos de GLP (Gás Liquefeito de Petróleo) acumula aumento de 36,4%, entre janeiro e outubro de 2021.

Também o custo da conta de luz acumula alta de 19,13% no ano, até outubro, e disparada de 30,27% em doze meses, no cálculo do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo). A alta do custo da luz é uma dos principais culpadas pela escalada da inflação no Brasil.

VALORIZAÇÃO, NA PRÁTICA

Na pauta de reivindicações que o SIMA e a Comissão de Negociação apresentaram ao prefeito Appolo, destaque para o pedido de manutenção do valor VALE ALIMENTAÇÃO em R$ 20, mas sem desconto e com pagamento nas férias e licença saúde.

Também cobramos a RETOMADA DA GTS, com pagamento retroativo do período não pago durante a pandemia e contagem do tempo real pelo período de tempo de serviço.

Além disso, reivindicamos a GRATIFICAÇÃO PARA PROFESSORES DE EDUCAÇÃO ESPECIAL, CEDÊNCIA DEFINITIVA DA SEDE DO SIMA AOS SERVIDORES, VALE TRANSPORTE COM NOVA TABELA DE VALORES e COMPRA DE ARMAMENTO PARA A GMP (patrimonial) e GMT (trânsito).

SERVIÇOS PÚBLICOS AMEAÇADOS

Ao invés de valorizar os Servidores e assim qualificar os serviços prestados à comunidade alvoradense, o Governo Appolo planeja privatizar o serviço público, como também quer o governo federal. Caso a PEC-32 seja aprovada, está aberto o caminho para a privatização dos serviços públicos. Milhares de famílias perderão o acesso aos serviços básicos, como saúde e educação, por não terem condições de pagar.

PARA INFORMAÇÕES OU DÚVIDAS, ENTRE EM CONTATO COM O SIMA (51) 3483 3010 | e-mail comunicacao@sima-alvorada.com.br

COMENTÁRIOS ()