Sbado, 28 de Novembro de 2020 |

Você Lembra?

1439 - TONINHO COSTA

Por Redação em 06 de Setembro de 2019


Toninho Costa, o nosso entrevistado nesta edição, foi um excelente lateral esquerdo. Que marcou passagem em vários clubes de vários estados brasileiros. O seu nome completo é Antônio Santos Costa, sendo natural de Bauru, onde nasceu no dia vinte e um de março de 1959. Iniciou suas atividades esportivas na Ponte Preta em 1976, que em 1980 jogava com Carlos; Toninho, Eugênio, Fumaça e Toninho Costa; Humberto, Osvaldo e Marco Antônio; Ademir, Parraga e João Paulo. Depois de uma rápida passagem pelo Marília foi contratado pelo Sport Recife que atuava com País; Wilson Cavalo, Eugênio, Romero e Toninho Costa; Merica, Édson e Givanildo; João Carlos, Roberto e Denô. Em 1982 retornou para o futebol paulista para defender a Inter de Limeira, que ia a campo com Sérgiinho; Nonoca, Beto Lima, Carlão e Toninho Carlos; Vandinho, Carlos Alberto e Evaristo; Lela, Elísio e Ronaldo. Posteriormente defendeu o Matsubara e em 1984 veio para o futebol gaúcho contratado pelo Pelotas, era escalado com Décio; João Carlos, Eduardo, Claudemir e Toninho Costa; Alamir, Paulo Ricardo e Ademir Alcântara; Celso Guimarães, Miguel Amaral e Muller. No ano seguinte o “aúreo cerúleo” formava com Juarez; João Carlos, Eduardo, Claudemir e Toninho Costa; Sérgio Peres, Alisson e Tijuca; Celso Guimarães, César e Jorge Luiz. Depois de uma passagem pelo Barbarense e Nacional de Portugal retornou ao Pelotas em 1992 que jogava com Juarez; Bruno, Eduardo, Rogério e Toninho Costa; Faller, Luiz Carlos e Paulo Ricardo; Rudnei, Sílvio e Alexandre. Em 1993 Toninho Costa defendeu as cores do Bauru, encerrando suas atividades como atleta de futebol. Toninho Costa considera que Paulo de Souza Lobo, o saudoso Galego, Cilinho e Paulo Autuori foram os melhores técnicos que teve a orientá-lo. Os melhores laterais esquerdos que viu em ação foram Marinho Chagas, Junior e Odirlei. Os ponteiros que lhe deram mais trabalho para serem marcados foram Nilton Batata e Renato Portaluppi. O seu gol inesquecível foi marcado num Brapel ( clássico Brasil 1 X Pelotas 1), foi o gol de empate. Os seus ídolos nos gramados são Oscar e Marinho Chagas. Hoje Toninho Costa reside em Bauru e trabalha com turismo. Assim, resgatamos a história futebolística de Antônio Santos Costa, o Toninho Costa, que inegavelmente foi um excelente lateral esquerdo.

COMENTÁRIOS ()