Domingo, 27 de Novembro de 2022 |

Você Lembra?

1590 – GUSTAVO PAPA

Por Redação em 23 de Setembro de 2022


Gustavo Papa, o nosso entrevistado nesta edição, foi um bom atacante que tinha o “faro” do gol. Em minha opinião a sua principal qualidade era o seu certeiro cabeceio. Assim marcou muitos gols em favor de sua equipe. O seu nome é Gustavo Saibt Martins, sendo natural de Gravataí, onde nasceu no dia vinte de julho de 1979. Iniciou suas atividades esportivas na base do Grêmio em 1998. Em 1999 foi contratado pelo São Luiz de Ijuí. No ano seguinte foi para o Internacional de Santa Maria, que em 2001 jogava com Tigre; Fabiano, Pádua, Donizetti e Leandro Biga; Baggio, Marco Aurélio e Santa Rosa; Josiel, Badico e Gustavo Papa. No mesmo ano foi para o Grêmio Bagé que atuava com Vladimir; Paulinho, Arilson, Marcelo e Anderson; Thiago Rocha, Emerson e Candiota; Vagner, Gustavo Papa e Fabiano. Depois de uma passagem pelo Wolfburg retornou ao futebol gaúcho contratado pelo São Gabriel que era escalado com André; Pedro Ayub, Alex, Roberto e Itaqui; Darzone, Paulinho e Paulo César; Donizetti, Gustavo Papa e Canhão. Em 2003 Gustavo Papa foi para o Juventude que ia a campo com Maurício; Mineiro, Índio, Neguetti e Filipe Alvim; Marcos Vinicius, Fernando e Marcelo; Luciano Ratinho, Gustavo Papa e João Paulo. Em 2004 defendeu a ULBRA. No ano seguinte foi para o Glória de Vacaria. Em 2005 foi contratado pelo Internacional de Porto Alegre que atuava com Marcelo Boeck; Elder Granja, Ediglê, Fabiano Heller e Rubens Cardoso; Fabinho, Edinho e Mossoró; Gustavo Papa, Rafael Sóbis e Iarlei. No ano seguinte os colorados jogavam com Renan; Ari, João Guilherme, Bolivar e Chiquinho; Álvaro, André Moritz e Diogo; Léo, Gustavo Papa e Ricardo Jesus. Ainda em 2006 defendeu o São Caetano. Posteriormente defendeu o Coritiba, e Wuhan Huanghelou, Em 2009 retornou ao futebol brasileiro contratado pelo Brasiliense que formava com Guto; Patrick, Ailton, Moacri e Edinho; Juninho, Coquinho e Ji-Paraná; Gustavo Papa, Fábio Junior e Alain Delon. Posteriormente retornou ao futebol gaúcho, pois foi contratado pelo Novo Hamburgo que era escalado com Juninho; Micael, Claudio Luiz, Edson Borges e Paulinho; Emerson, Márcio Hann e Preto; Michel, Gustavo Papa e Rodrigo Mendes. Depois teve uma passagem pelo Naviraiense, Fortaleza e Anapolina. Em 2012 foi para o Brasil de Pelotas que 2015 jogava com Eduardo Martini; Wenver, Camilo, Teco e Xaro; Leandro Leite, Galhardo, Jardel e Diogo Oliveira; Cleverson, Gustavo Papa e Nena. Em 2017, quando encerrou sua movimentada carreira de atleta de futebol, o “Xavante” ia a campo com Eduardo Martini; Eder Sciola, Cirilo, Leandro Camilo e Marlon; Leandro Leite, João Afonso e Lenilson; Marcinho, Gustavo Papa e Nem. Gustavo Papa considera que os melhores técnicos que o orientaram foram Suca, Renê Soares, Abel Braga, Murici Ra malho, Dorival Junior e Rogério Zimermann. Os melhores atacantes que viu em ação foram Romário, Ronaldo Nazário, Evair, Lewandowski e Benzemá. Os melhores zagueiros que enfrentou foram Alàdio, Rudi, Ortunho e Marcelo Bolacha. O seu gol inesquecível foi marcado no jogo Inter X Flamengo pelo Brasileirão de 2005 no Beira Rio. O seu ídolo nos gramados é Dunga. Hoje Gustavo Papa reside em Pelotas onde está esperando propostas para treinar futebol em clubes profissionais. Assim resgatamos a trajetória futebolística Gustavo Saibt Martins, o Gustavo Papa, que inegavelmente foi um bom atacante com marcante passagem em vários clubes gaúchos e brasileiros.

COMENTÁRIOS ()