Sexta-Feira, 28 de Abril de 2017 |

Você Lembra?

Por César Freitas

1072- JIPÃO

Por Redação em 21 de Dezembro de 2012


Jipão, o nosso focalizado nesta edição, apesar de ter nascido m Ijui, nunca defendeu a meta do São Luiz local. As suas atividades esportivas iniciaram na capital gaúcha onde atuou nas divisões inferiores do Inter e do Cruzeiro. Em 1962 foi contratado pelo Juventude, que jogava com Jipão; Roberto, Joel, Mauro e Bugre; Raul, Lori e Telmo; Babá, José e Olavo. Em 1964 se transferiu para o Esportivo de Bento Gonçalves que ia a campo com Jipão; Adair, José, Ademir e Marcos; Paulo Araujo, Neca e Rui; Gonha, Lairton e Décio. Jipão permaneceu no estádio da Montanha até 1970 quando encerrou suas atividades esportivas profissionais. O seu nome completo é Edinei Amarante Mello da Silva, tendo nascido em Ijui no dia trinta e um de outubro de 1941. Jipão considera que Abílio dos Reis, Pastelão, Luizinho e Enio Rodrigues foram os melhores técnicos que teve. Os melhores goleiros que viu em ação foram Negri, Mariano Molina e Irno. A sua partida inesquecível quando defendeu até pensamento foi Esportivo X Floriano, hoje Novo Hamburgo, quando defendeu um penalte cobrado pelo Xameguinha. Os seus ídolos nos gramados são Larry, Airton, Gessy e João Severiano. Hoje Jipão reside em Caxias do Sul onde exerce as atividades de corretor de seguros. Assim, resgatamos a história futebolística de Edinei Amarante Mello da Silva, que se consagrou nos gramados gaúchos como Jipão e inegavelmente foi um bom goleiro.

COMENTÁRIOS ()