Sábado, 25 de Março de 2017 |

Você Lembra?

Por César Freitas

1083- ODAIR

Por Redação em 15 de Março de 2013


Nas décadas de sessenta e setenta as divisões inferiores do Inter foram uma verdadeira fábrica de meia canchas. Nesse período surgiram Bráulio, Chorinho, Paulo Araujo, Gaspar, Falcão, Batista, Caçapava, Paulo César Carpegiani, Dorinho e muitos outros... Posteriormente houve uma paralisação na fábrica e muito poucos atletas para a função surgiram. Odair, o nosso focalizado nesta edição está entre essas exceções. Odair foi um centro médio mais de contenção, cobrindo com muita eficiência a sua zaga e laterais. O seu nome completo é Odair Hermann, sendo catarinense natural de Salete, onde nasceu no dia vinte e dois de janeiro de1977. Iniciou suas atividades esportivas nas divisões inferiores do Inter em 1991. Em 1995 a equipe de juniores que formava com João Gabriel; Pedrinho, Jorge Andrade, Régis e Vinicius; Odair, Marcelo e Macedo; Gustavo, Carazinho e Leonardo. Em 1997 se profissionalizou e passou a integrar uma equipe que ia a campo com Preto; Nilson, Marcão, Régis,e Vinicius; Odair, Marcelo e Sandoval; Fabiano, Alberto e Murilo. Permaneceu no Beira Rio até 2001. Nesse período teve passagens pelo Fluminense e América carioca.A seguir esteve no futebol sueco e chinês. Retornou ao futebol brasileiro em 2003 contratado pelo Brasil de Pelotas. O Xavante jogava com Michel; Carlão, Roger, Ivonaldo e Jackson; Odair, Di Marcelus e Alexandre Bochecha; Anderson, Kiko e Marcelinho. Em 2005 defendeu o Passo Fundo que formava com Tigre; Márcio Nunes, Ezequiel, Alex Bach e Roan; Odair, Ferreira e Roger; Gilvan, Felipe e Dudu. Depois de uma temporada no Remo do Pará retornou ao Brasil de Pelotas em 2009, integrando a seguinte equipe: Danrlei; Carlão, Pereira, Alex Martins e Giovani; Odair, Magno e Edenilson; Rafael Paraiba, Millar e Kelson. No final desse ano Odair dependurou as chuteiras e retornou ao Beira Rio, onde passou a exercer as atividades de auxiliar técnico das divisões inferiores.Odair considera que Carlos Alberto Parreira, Paulo Autuori e Celso Roth foram os melhores técnicos que teve. Os melhores centro médios que viu em ação foram Falcão, Dunga e Redondo . Os adversários mais difíceis de serem marcados foram Romário e Riquelme. O seu gol inesquecível foi na vitória do Fluminense pelo escore mínimop ante o D.Pedro, de Brasilia em jogo válido pela Copa do Brasil. O seu ídolo nos gramados é Zico. Assim, resgatamos a história futebolística de Odair Hermann, o Odair que foi mais um excelente centro médio formado na base colorada.

COMENTÁRIOS ()