Sexta-Feira, 24 de Novembro de 2017 |

Você Lembra?

Por César Freitas

1088- NILSON

Por Redação em 19 de Abril de 2013


Depois de Cláudio Duarte e Luiz Carlos Winck, o Inter praticamente não teve um grande nome para a lateral direita. Na década de noventa vários bons valores foram contratados, porém pelos mais variados motivos, não tiveram o êxito desejado. Nilson, o nosso focalizado nesta edição, esteve no Inter em 1997. Ele iniciou suas atividades como atleta profissional no clube de sua cidade natal, o Cascavel em 1986. Em 1990 foi para o Londrina. A seguir defendeu o Atlético Paranaense, o Cerro Portenho, do Paraguai, o São Carlense e o Atlético de Carazinho. Em 1996 estava no Santa Cruz gaúcho, que ia a campo com Almir; Nilson, Gilmar Iser, Moroni e Zura; Lino, André e Gerson; Sandro Gomes, João de Deus e Aúreo. No ano seguinte foi contratado pelo Inter que jogava com André; Nilson, Gamarra, Régis e Paulo Roberto; Fernando, Enciso, Sandoval e Arilson; Luiz Gustavo e Washington. Posteriormente Nilson esteve no Figueirense, Marcilio Dias de Itajai e no Esportivo de Bento Gonçalves. Nilson considera que Paulo Emilio e Jorge Anadon foram os melhores técnicos que teve. Leandro, ex Flamengo foi o melhor lateral direito que viu em ação. O ponteiro esquerdo que lhe deu mais trabalho para ser marcado foi Kazu. O seu gol inesquecível foi marcado no jogo Figueirense 1X Chapecoense 0, pelo Campeonato Catarinense. O seu ídolo nos gramados foi o Dr. Sócrates. O seu nome completo é Nilson Holeniek sendo paranaense de Cascavel, onde nasceu no dia dezessete de fevereiro de 1968. Assim, resgatamos a história futebolística do Nilson que foi mais um paranaense que marcou presença no nosso futebol.

COMENTÁRIOS ()