Quarta-Feira, 29 de Março de 2017 |

Você Lembra?

Por César Freitas

1094- GIL BAIANO

Por Redação em 31 de Maio de 2013


Nos últimos anos o Inter teve dois atletas chamados Gil Baiano. Em 2001 foi a vez do meia cancha Gil Baiano contratado ao Caxias e em 1993 foi o lateral direito Gil Baiano, o nosso entrevistado nesta edição, que veio para o Beira Rio oriundo do Bragantino. Gil Baiano foi um bom lateral direito que possuía um apoio bastante qualificado. O seu nome completo é José Gildásio Pereira de Mattos, tendo nascido na cidade baiana de Tucano no dia três de novembro de 1966. Iniciou suas atividades esportivas no Guarani de Campinas, de onde se transferiu para o Bragantino, onde se destacou. A equipe de Bragança Paulista em 1990 jogava com Marcelo; Gil Baiano, Junior, Carlos Augusto e João Batista; Souza, Ivair e Robert; Valmir, Silvio e João Santos. Em 1993 foi contratado pelo Inter que ia a campo com André; Gil Baiano, Célio Silva, Argel e Daniel; Ricardo, Elson e Caíco; Mazinho Loyola, Demétrius e Zinho. No final do mesmo ano foi contratado pelo Palmeiras que atuava com Sérgio; Gil Baiano, Antonio Carlos, Alexandre Rosa e Roberto Carlos; César Sampaio, Paulo Sérgio e Zinho; Maurilio, Edmundo e Jean Carlo. Em 1995 foi para o futebol paranaense para defender o Paraná. O tricolor curitibano formava com Régis; Gil Baiano, Marcão, Ageu e Denilson; Helcio e Daniel Frasson e Claudinho; Maurilio, Silvio e Pichetti. A seguir foi para o futebol português para atuar no Sporting. Retornou ao Brasil em 1998 contratado pelo Paraná. Em 2000 o Paraná ia a campo com Marcos; Gil Baiano, Nem, André Ronaldo e Alfredo; Hilton, Hélcio e Narcizio; Lucio Flavio e Reinaldo. No ano seguinte retornou ao “ninho antigo”, o Bragantino onde encerrou sua carreira como atleta de futebol. Carlos Alberto Parreira e Vanderlei Luxemburgo foram os melhores treinadores de Gil Baiano. Os melhores laterais direitos que viu em ação foram Nelinho e Jorginho. Os ponteiros esquerdos que lhe deram mais trabalho para serem marcados foram Zé Sérgio e João Paulo, ex Guarani. O seu gol inesquecível foi marcado no jogo Bragantino 1 X Horizontino 1. O seu ídolo nos gramados foi Nelinho. Hoje Gil Baiano é treinador de futebol atuando nos clubes do interior de São Paulo. Assim, resgatamos a história futebolística de José Gildásio Pereira de Mattos, o Gil Baiano que inegavelmente foi um lateral direito que marcou presença no futebol paulista, gaúcho e paranaense.

COMENTÁRIOS ()