Sexta-Feira, 24 de Novembro de 2017 |

Você Lembra?

Por César Freitas

1097- MÁRIO SABIÁ

Por Redação em 21 de Junho de 2013


O futebol de Uruguaiana, ao longo dos tempos revelou para o nosso futebol muitos bons valores nas mais variadas posições, como Eurico Lara, Gessy Lima, Bentevi, Cacaio, Osvaldinho, Nelcy, e mais recentemente Guaracy, André Luiz e Mário Sabiá, o nosso focalizado nesta edição, entre muitos outros. Mário Sabiá foi um ponteiro esquerdo que jogava fechando no meio de campo. O seu nome completo é Mário Renan Buenocori do Prado sendo natural de Quarai, onde nasceu no dia trinta e um de julho de 1961. Iniciou suas atividades esportivas nas divisões inferiores do Brasil de sua terra natal. Posteriormente defendeu o Universal também de Quarai. Em 1981 foi contratado pela Sociedade Esportiva e Recreativa São Gabriel, que jogava com Ricardo; Sérgio Vieira, Caio Rocha, Tião e Miraglia; Silvio Soares, Caio Flávio e Saraco; Cigano e Mário Sabiá. Permaneceu na “Terra dos Marechais” até 1983 quando veio para o Uruguaiana que ia a campo com Hugo; Preto, Peteca, Adão Neves e João Batista; Elbio, César e Fabiano; Francisco, André Luiz e Mário Sabiá. Permaneceu no “jalde negro” até 1987 quando encerrou suas atividades como atleta profissional. Mário Sabiá considera que José Carlos Molinos, o saudoso Deca, foi o melhor treinador que teve. O melhor jogador com as suas características que viu em ação foi João Glênio Saraiva Fontoura, o Zico , ex Caxias. O lateral direito que melhor lhe marcou foi Alcir, ex Juventude. O seu gol inesquecível foi marcado no jogo Novo Hamburgo X Associação São Gabriel. O seu ídolo nos gramados é Arthur Antunes Coimbra, o Zico ex Flamengo. O apelido Sabiá foi herdado de seu pai, que tinha o costume de assobiar imitando o canto desse pássaro. Hoje Mário Sabiá reside em Uruguaiana e trabalha na CORSAN em Alegrete. Assim, resgatamos a história futebolística de Mário Renan Buenocori do Prado, o Mário Sabiá que foi um ponteiro que marcou presença no futebol de Quarai, São Gabriel e Uruguaiana.

COMENTÁRIOS ()