Sábado, 25 de Março de 2017 |

Você Lembra?

Por César Freitas

1139- MIRANDINHA

Por Redação em 09 de Maio de 2014


No futebol brasileiro tivemos dois excelentes atacantes que atenderam pelo apelido de Mirandinha. Um foi o cearense Francisco Ernandi Lima da Silva que jogou no Palmeiras, Corinthians, Cruzeiro e outros grandes clubes. Ele tem esse apelido em homenagem ao nosso focalizado nesta edição e em breve estará nas nossas páginas. O outro, o Sebastião Miranda da Silva Filho, que foi um ótimo atacante, muito rápido e oportunista. Foi um terror para todos os sistemas defensivos que enfrentou. Ele nasceu na cidade paulista de Bebedouro no dia vinte e seis de fevereiro de 1952. Iniciou suas atividades esportivas em 1968 no América de São José do Rio Preto. Destacando-se em 1970 foi contratado pelo Corinthians passando a integrar uma equipe que jogava com Ado; Zé Maria, Ditão, Luiz Carlos e Pedrinho; Tião e Suingue; Paulo Borges, Ivair, Mirandinha e Aladim. Permaneceu no clube de Parque São Jorge até 1973 jogando com Ado; Zé Maria, Vagner, Luiz Carlos e Miranda; Ademir e Rivelino; Vaguinho, Nelson Lopes, Mirandinha e Marco Antônio. No mesmo ano foi contratado pelo São Paulo. O tricolor do Morumby ia a campo com Sérgio; Forlan, Mário, Paranhos e Gilberto; Chicão e Pedro Rocha; Terto, Zé Carlos, Mirandinha e Piau. No ano seguinte o tricolor paulista atuava com Waldir Peres; Nelson, Paranhos, Arlindo e Gilberto; Chicão e Pedro Rocha; Terto, Zé Roberto, Mirandinha e Piau. Foi em 1974, depois da Copa do Mundo, que ocorreu uma tragédia com Mirandinha. Num jogo com o América paulista veio a fraturar uma perna. Mirandinha só retornou aos gramados em 1978 depois de se submeter a sete cirurgias. Nesse ano o São Paulo jogou com Waldir Peres; Getulio, Estevão, Bezerra e Antenor; Chicão, Neca e Dario Pereyra; Zequinha, Mirandinha e Zé Sérgio. A seguir Mirandinha iniciou uma grande peregrinação por diversos clubes de vários países. Defendeu o Tampa Boy – USA, o Tigres do México, o Atlético Goianense, o Taubaté, ABC, União de Mogi das Cruzes, SAAD, Independente de Limeira para encerrar sua movimentada carreira como atleta de futebol no Pinhalense em 1985. Mirandinha realizou sete jogos com a jaqueta da Seleção Brasileira. Ele participou da Copa do Mundo de 1974, quando integrou uma equipe que formou com Leão; Nelinho, Luiz Pereira, Marinho Peres e Marinho Chagas; Wilson Piazza, Paulo César Carpeggiani e Rivelino; Valdomiro, Mirandinha e Edu. Mirandinha foi orientado por inúmeros técnicos. Ele destaca como melhores Francisco Sarno, Aymoré Moreira, José Poy, Jorge Zagalo, Rubens Minelly e João de Cayes, que foi o seu primeiro técnico do América de São José do Rio Preto. O seu gol inesquecível foi marcado num jogo São Paulo X Palmeiras. O seu ídolo nos gramados foi o seu pai que jogou com o nome de Miranda. Hoje Mirandinha exerce as atividades de técnico de futebol, de maneira especial no interior de São Paulo. Assim, resgatamos a história futebolística de Sebastião Miranda da Silva Filho, o Mirandinha que inegavelmente foi um dos melhores atacantes do futebol brasileiro na década de setenta.

COMENTÁRIOS ()