Quinta-Feira, 27 de Julho de 2017 |

Você Lembra?

Por César Freitas

1150- Geovani

Por César Freitas em 11 de Julho de 2014


Geovani, o nosso focalizado nesta edição, em minha opinião foi o melhor jogador nascido no Espírito Santo, com grande destaque no cenário nacional. Meia direita com excelente técnica, agilidade e passes precisos, além de um colocado e potente chute. Estas foram as principais qualidades, o seu cartão de visitas. O seu nome completo é Geovani Faria da Silva, sendo capixaba natural de Vitória onde nasceu no dia seis de abril de 1964. Iniciou suas atividades esportivas nas divisões inferiores da Desportiva de sua cidade natal em 1978 onde jogou até 1981.Nesse ano a Desportiva jogava com Rogério; Jacimar, Celio, Adail e Vicente Paixão; Marcio Nunes, Giovane e Dario; Lauro, Londrin e Paulistinha. No ano seguinte foi contratado pelo Vasco da Gama que em 1983 jogava com Acácio; Galvão, Orlando Fumaça, Celso e Pedrinho; Serginho, Geovani e Elói; Ernani, Roberto Guimarães e Marquinhos. Permaneceu em São Januário até 1988 integrando um time que jogava com Acácio; Pulo Roberto, Célio Silva, Leonardo e Mazinho; Zé do Carmo, Geovani e Bismark; Vivinho, Roberto Dinamite e William. Em 1989 foi contratado pelo Bologna da Itália. Em 1991 foi para o futebol alemão defender o Kalsbrike. Em 1992 retornou ao futebol brasileiro para defender novamente o Vasco que ia a campo com Régis; Luiz Carlos Winck, Jorge Luiz, Alexandre Torres e Eduardo; Luizinho, Geovani e William; Bebeto, Edmundo e Sorato. Em 1994 foi para o futebol mexicano defender o Tigres. Retornou ao nosso futebol em 1995 contratado pelo XV de Novembro de Jau. Em 1996 foi para o futebol potiguar contratado pelo ABC. Em 1997 voltou para Desportiva e a seguir jogou no Linhares, Serra e finalmente encerrou na Desportiva em 2000. Geovani considera que Nelsinho e Antonio Lopes foram os melhores técnicos que teve. O melhor meia que viu jogar foi Paulo César Carpegiani, que também foi o seu ídolo nos gramados. O meia cancha que melhor lhe marcou foi Donizete. O seu gol inesquecível foi consignado no jogo Brasil um Argentina zero jogado no dia vinte e cinco de setembro de 1988. A equipe brasileira jogou com Taffarel; Luiz Carlos Winck, Aloisio, André Cruz e Jorginho; Ademir Kaeffer, Geovani e Andrade; Milton, Romário e Bebeto. Geovani jogou trinta e três partidas pela Seleção Brasileira e marcou sete gols. Hoje Geovani reside na cidade capixaba de Vila Velha. Já exerceu vários cargos políticos em seu estado. Atualmente exerce mais um mandato como deputado estadual. Assim, resgatamos a história futebolística de Geovani Faria da Silva, o Geovani que inegavelmente foi um craque de bola trazendo até hoje muitas ótimas lembranças à torcida vascaína e a todos que tiveram a satisfação em vê-lo em ação..

COMENTÁRIOS ()