Sexta-Feira, 24 de Novembro de 2017 |

Você Lembra?

Por César Freitas

1155 - Edmar Bernardes

Por César Freitas em 15 de Agosto de 2014


Edmar, o nosso entrevistado nesta edição, foi um excelente atacante. Veloz e oportunista,foi um terror para os zagueiros adversários. Aos seus menores vacilos ele colocava a bola nas suas redes. O seu nome completo é Edmar Bernardes dos Santos, sendo mineiro natural de Araxá, onde nasceu no dia vinte de janeiro de 1960. Iniciou suas atividades esportivas no Brasilia da capital federal.Muito precoce, aos dezessete anos já era titular da equipe que ia a campo com Déo; Bira, Jonas, Emerson e Santos; Well, Raimundinho e Banana;Julinho, Edmar e Vilmar. Em 1980 foi contratado pelo Cruzeiro mineiro, que em 1981 jogava com Luiz Antônio; Zé Carlos, Calu, Carlos Roberto e Luiz Cosme; Ademir Kaeffer, Toninho e Eduardo; Mauro, Edmar e Jésum. No ano seguinte veio para o futebol gaúcho contratado pelo Grêmio, que atuava com Leão; Paulo Roberto, Vantuir, De Leon e Casemiro; Batista, Paulo Isidoro e Jorge Leandro; Renato, Edmar e Tarciso. Em 1983 retornou ao Cruzeiro para integrar um time que jogava com Vitor; Eugênio, Osires, Airton e Luiz Cosme; Douglas, Tostão e Eduardo; Paulo Borges, Edmar e Joãozinho. No ano seguinte foi para o futebol carioca defender o Flamengo que era escalado com Fillol; Leandro, Figueiredo, Mozer e Junior; Andrade, Adilio e Tita; Lucio, Edmar e João Paulo. Em 1985 jogou no Guarani, de Campinas que ia a campo com Waldir Peres; Ricardo, Julio César, Wilson Gotardo e Zé Mário; Nei, Feijão e Barbieri; Niquinha, Edmar e João Paulo. No ano seguinte permaneceu no futebol paulista, pois foi contratado pelo Corinthians que jogava Carlos; Edson, Luiz Pereira, Eduardo e Jacenir; Biro Biro, Wilson Mano e Casagrande; Eduardo, Edmar e João Paulo. Em 1987 Edmar encerrou sua movimentada carreira como atleta de futebol integrando a equipe corinthiana que jogava com Waldir Peres; Edson, Luiz Cláudio, Vladimir e Didi; Biro Biro, Eduardo e Everton; Jorginho, Edmar e João Paulo. Edmar considera que Enio Andrade e Valdir Pereira, o Didi da “Folha Seca” foram os melhores técnicos que teve a orientá-lo. O melhor atacante que viu em ação foi Reinaldo, que também foi o seu ídolo nos gramados. O zagueiro que melhor lhe marcou foi o mineiro Luizinho. Os seus gols inesquecíveis foram marcados nos jogos Corinthians cinco Santos um, quando marcou quatro gols e no seu primeiro Grenal. Hoje Edmar reside em Campinas onde é sócio antigo atacante Careca num Centro Esportivo. Assim, resgatamos a trajetória esportiva de Edmar Bernardes dos Santos, o Edmar que inegavelmente foi um dos melhores atacantes do futebol brasileiro na época em que atuou.

COMENTÁRIOS ()