Domingo, 19 de Novembro de 2017 |

Você Lembra?

Por César Freitas

1165 - Paulinho Mac Laren

Por Redação em 24 de Outubro de 2014


Paulinho Mac Laren, o nosso entrevistado nesta edição, foi um excelente atacante. Inteligente, oportunista e com ótima impulsão sempre foi um terror paras as defensivas adversárias. Seu nome completo é Paulo César Vieira Rosa sendo paulista natural da cidade de Igaraçú do Tietê, onde nasceu no dia vinte e oito de setembro de 1963. Iniciou suas atividades no Bandeirantes em 1981 onde permaneceu até 1985 quando se transferiu para o Serra Negra. Posteriormente esteve no São Carlense, Comercial, Barueri, Votuporanguense, Atlético PR e Figueirense. Em 1989 foi para o Santos que jogava com Sérgio; Ditinho, Davi, Luiz Carlos e Vladimir; César Sampaio, Heriberto e Ernani; Carlinhos, Paulinho Mac Laren e Tuíco. Permaneceu na Vila Belmiro até 1992 integrando um time que jogava com Sérgio; Indio, Castro, Luiz Carlos e Flavinho; Axel, Ranieri e Sérgio Manoel; Almir, Paulinho Mac Laren e Guga. Depois de uma rápida passagem pelo futebol português defendendo o Porto retornou ao nosso futebol em 1993 contratado pelo Inter que ia a campo com Fernandez; Marcão, Argel, Vladimir e Daniel; Daniel Frasson, Caíco e Djair; Mazinho, Paulinho Mac Laren e Zinho. No ano seguinte retornou ao futebol paulista para defender a Portuguesa de Desportos que formava com Paulo César; Zé Carlos, Jorginho, Ildo e Zé Roberto; Norberto, Simão e Luiz Simplício; Tiba, Paulinho Mac Laren e Aritana. Em 1995 foi para o futebol mineiro atuar no Cruzeiro que era escalado com Dida; Vitor, Célio Lucio, Ronaldo Luiz e Luiz; Fabinho, Ricardinho, Palhinha e Cleisson; Paulinho Mac Laren e Ailton. No ano seguinte estava no Fluminense que jogava com Alex; André, Lima, Marcio Costa e Cristiano; Cadu, Leandro e Paulo Roberto; Jorge Luiz, Paulinho Mac Laren e Roni. Em 1998 depois de uma rápida passagem pelo Atlético MG foi para o futebol americano defender o Miami Fusion. No ano seguinte retornou ao futebol brasileiro para encerrar sua carreira no Santa Cruz de Recife, que ia a campo com Marcelo; Arley, Cleber Carioca, Almandoz e Wellington; Mancuso, Bilu e Marquinhos; Camanducaia, Paulinho Mac Laren e Baiano. Paulinho considera que Enio Andrade foi o melhor técnico que teve a orientá-lo. O melhor atacante que viu em ação foi Kostdinov, búlgaro que foi seu colega no Porto. Os zagueiros que lhe marcaram melhor foram Hugo de Leon e Mauro Galvão. O seu gol inesquecível foi marcado no jogo Santos X Inter em 1989. Jogando pelo “Peixe” marcou um golaço vencendo a perícia do arqueiro Taffarel. Os seus ídolos nos gramados são Roberto Dinamite, Zico e Sérginho Chulapa. Hoje Paulinho Mac Laren é técnico de futebol. Atualmente está trabalhando na Arábia Saudita dirigindo o Al Taese-Hail. Assim resgatamos a história futebolística de Paulo César Vieira Rosa, o Pulinho Mac Laren que inegavelmente foi um dos melhores atacantes do futebol brasileiro na década de noventa.

COMENTÁRIOS ()