Domingo, 23 de Julho de 2017 |

Você Lembra?

Por César Freitas

1171- SIDNEI

Por Redação em 05 de Dezembro de 2014


A polivalência é uma das qualidades mais apreciadas pelos técnicos. Sidnei, o nosso entrevistado nesta edição, foi um excelente polivalente, exercendo com igual eficiência todas as funções defensivas e da meia cancha de uma equipe. O seu nome completo é Sidnei Silva de Souza tendo nascido na cidade Salto do Jacuí no dia doze de setembro de 1972. Iniciou suas atividades esportivas nas divisões inferiores do São José de Porto Alegre. Em 1992 a equipe Zequinha jogava com Leonardo; Herbert, Julio, Sidnei e Celso; Solimar, Muller e Vaz; Edinho, Camarão e Lique. No ano de 1993 se transferiu para o Brasil de Farroupilha que em 1995 ia a campo com Almir; Sidnei, Gilmar Iser, Ricardo Rambo e Gilmar Fontana; Pedrinho, Sérgio Winck e Rodrigo Caetano; Pedro Paulo, Liminha e César Souza. No ano seguinte a equipe atuava com Preto; Célio Lino, Gustavo, Sidnei e Mauricio Andrade; Ailton, Celso Vieira e Jorge; João Carlos, Fábio e Paulo Henrique. No ano de 1998 o Brasil era escalado com Adir; Eliezer, Cristiano, Régis e Sidnei; Marquinhos, Mauro e Itaqui; Luciano, Alex e Cláudio. No ano seguinte retornou ao São José que jogava com Maicon; Funé, Leandro, Pessali e Sidnei; Ludo, Caçapa e André Rosa; Jetson, Vagner e Eraldo. Posteriormente defendeu o Juventude e Canoas que formava com Alberto; Cleberson, Luiz Eduardo, Laércio e Anderson; Sidnei, Paulo Roberto e Sander; Adriano, Gil Paulista e André Rosa. Em 2003 estava na ULBRA que ia a campo com Altieri; João Miguel, Paulo Roberto, Renato Tilão e Fábio de Los Santos; Sidnei, Clairton e Neuri; Rondinha, Luiz Gustavo e Manga. A seguir esteve no Pelotas, Garibaldi. Em 2009 estava no Cerâmica que jogava com Donizetti; Fernando, Leandro e Sidnei; Airton, Lico, Robson e Deixes Tiago; Maninho, Fernando Genro e Pedro. Depois defendeu a ULBRA de Ji Paraná e Atlético de Alto Vale onde encerrou sua movimentada carreira como atleta profissional de futebol. Ao longo de sua carreira Sidnei teve inúmeros técnicos e destaca o trabalho de Leocir Dall Astra, Suca, Luiz Eduardo, Emerson Teodoro, Zé Teodoro, Bebeto, Vacaria, Chiquinho, Armando Dessessards e Gilmar Iser. O melhor volante que viu em ação foi Paulinho, ex Corinthians. Os meias que deram mais trabalho para serem marcados foram Edilson e Marques, ex Atlético MG e Corinthians. O seu gol inesquecível foi marcado no jogo Cerâmica X Brusque quando marcou o gol do título da Copa Sul Americana de 2010. O seu ídolo nos gramados foi Mauro Galvão. Hoje Sidnei reside em Canoas onde é proprietário de uma empresa de guichos. Assim, resgatamos a história futebolística de Sidnei Silva de Souza, o Sidnei que inegavelmente foi um dos melhores polivalentes de nosso futebol nas décadas de noventa e na primeira deste século.

COMENTÁRIOS ()