Sexta-Feira, 28 de Abril de 2017 |

Você Lembra?

Por César Freitas

1215- RAFAEL

Por Redação em 21 de Agosto de 2015


Rafael, o nosso entrevistado nesta edição, foi um excelente goleiro, que teve marcante passagem pelo futebol paranaense e paulista. O seu nome completo é Rafael Camaratta, sendo paulista da capital, onde nasceu no dia sete de janeiro de 1953. Iniciou suas atividades esportivas no Corinthians em 1974, que jogava com Rafael: Zé Maria, Vagner, Ademir e Vladimir; Tião e Rivelino; Paulo Borges, Roberto, Vaguinho e Marco Antônio. Posteriormente defendeu a Ponte Preta. Em 1981 retornou ao Corinthians para integrar um time que atuava com Rafael; Zé Maria, Mauro, Vagner e Vladimir; Caçapava, Paulinho e Zenon; Biro Biro, Washington e Carlinhos. No ano seguinte o “Timão” ia a campo com Rafael; Zé Maria, Gomes, Daniel Gonzales e Vladimir; Caçapava, Biro Biro e Paulinho; Eduardo, Casagrande e Magu. Em 1983 foi para o futebol paranaense contratado pelo Atlético que jogava com Rafael; Soter, Jair Gonçalves ; Deti, Ivair e Peu; Capitão, Washington e Assis. Em 1984 o rubro negro paranaense atuava com Rafael; Augusto, Paulo Marcos, Mossoró e Sérgio Moura; Deti, Vander e Nivaldo; Capitão, Joel e Renato Sá. No ano seguinte se transferiu para o arqui rival Coritiba, que passou a jogar com Rafael;. André, Vavá, Gardel e Hélcio; Marildo, Marco Aurélio e Aragonês; Lela, Indio e Edson. Rafael permaneceu no Coritiba até 1988 integrando um time que formava com Rafael; Ditinho, Vica, João Pedro e Marquinhos; Junior, Tostão e Roberto; Sérgio Luiz, Chicão e Marquinho Carioca. Em 1989 foi para o futebol pernambucano contratado pelo Sport, que atuava com Rafael; Betão, Marcio, Ailton e Airton; Rogério, Lopes e Joécio; Barbosa, Marcos Vinicius e Edson. Ao longo de sua carreira Rafael teve muitos técnicos. Considera que o melhor foi o saudoso Enio Andrade. Os melhores arqueiros que viu em ação foram Leão, Carlos, Rogério Ceni, Dida e Marcos. Os seus jogos inesquecíveis foram as partidas do Coritiba em 1985, quando se sagrou Campeão Brasileiro. Os seus ídolos nos gramados foram Rivelino, Célio Maciel e Dino Zoff. Hoje Rafael exerce as atividades de técnico de futebol, está residindo entre Curitiba e São Paulo. Assim, resgatamos a trajetória esportiva de Rafael Camaratta, o Rafael que inegavelmente foi um ótimo goleiro com marcante passagem no futebol paulista e paranaense.

COMENTÁRIOS ()