Quarta-Feira, 29 de Março de 2017 |

Você Lembra?

Por César Freitas

1247- GARCIA

Por Redação em 16 de Dezembro de 2015


Tem jogos marcantes de alguns atletas que são decisivos no desenrolar de sua carreira esportiva. Foi o que ocorreu com Garcia, o nosso entrevistado nesta edição. No dia quatro de julho de 1971 tivemos mais uma edição do clássico Gre Cruz no Olímpico. O Cruzeiro venceu pelo escore mínimo, gol de Garcia que teve uma grande atuação. Na época Garcia era um garoto que há pouco havia sido contratado pelos estrelados oriundo do futebol de Livramento. O Cruzeiro venceu com Henrique; Arceu, Miguel,Renato Cogo e Renato Silva; Bido, Garcia e Pitico; Arlén, Arnaldo e Joãozinho. Com o destaque adquirido nesse jogo Garcia logo chamou a atenção de vários clubes. No mesmo ano foi contratado pelo Inter que em 1972 jogava com Schneider; Cláudio Duarte, Figueroa, Pontes e Jorge Andrade; Tovar, Sérgio e Paulo César Carpegiani; Valdomiro, Claudiomiro e Garcia.No ano seguinte os colorados jogavam com Schneider; Cláudio Duarte, Figueroa, Pontes e Edson Scott; Tovar, Garcia e Paulo César Carpegiani; Valdomiro, Escurinho e Djair. Em 1974 foi contratado pelo América de Natal-RN que atuava com Ubirajara; Ivan, Scala, Mario Braga e Cosme; Afonsinho, Garcia e Ronaldo; Washington, Pedrada e Davi. Em 1975 foi jogar no Sport que era escalado com Toinho; Marcos,Basilio, Alberto e Cláudio; Luciano, Garcia e Assis; Miltão, Dario e Peres. No ano seguinte retornou ao América potiguar que ia a campo com Otávio; Ivan, Joel, Odelio e Cosme; Zeca, Garcia e Ronaldo; Alberi, Pedrada e Davi.Em 1977 foi para o Náutico que formava com Toinho; Carlos Alberto, Moacir, Gerailton e Chico Fraga; Edvaldo, Didi Duarte e Ednaldo; Titica, Garcia e Chico Explosão.No ano seguinte o clube pernambucano atuava com Rui; Chico Fraga, Darci, Marião e Jorge Luiz; Drailton, Garcia e Luiz Carlos; Chico Explosão, Parraga e Marquinhos. Em 1980 foi para o Operário de Campo Grande que passou a jogar com Zecão; Paulinho, Ailton, Biluca e Escurinho II; Édson, Arturzinho e Garcia; Baianinho, Lima e Tadeu Santos. Garcia permaneceu no clube até 1984 integrando um time que ia a campo com Paulão; César, Odair, Valdir e Dionisio; Garcia, Gerson e Adilson; Edinho, Lima e Nenê. Em 1986 retornou ao Operário para encerrar sua movimentada carreira como atleta de futebol integrando um time com Paulão; Anchieta, Santos, Deda e Assis; Manicera, Garcia e Guina; Charles, Fernando Roberto e Valter. Garcia, cujo nome completo é Sulei Garcia Costa nasceu em Santana do Livramento no dia doze de dezembro de 1949. Garcia considera que os melhores técnicos que teve a orientá-lo foram Carlos Castilhos, Duque e Sebastião Leônidas. O melhor meia atacante que viu em ação foi Arturzinho.Os melhores marcadores que teve pela frente foram Caçapava e Dema. O seu gol inesquecível foi o marcado no acima mencionado Gre Cruz. Tambem tem destaque especial um consignado no Jogo América RN X Sport. Os seus ídolos nos gramados são Dorinho, Bráulio, Falcão e Figueroa. Hoje Garcia reside em sua terra natal onde possui uma Escolinha de Futebol. Assim, resgatamos a história futebolística de Sulei Garcia, o Garcia que foi mais um atleta gaúcho que marcou presença em gramados de vários estados brasileiros.

COMENTÁRIOS ()