Sábado, 25 de Março de 2017 |

Você Lembra?

Por César Freitas

1249- RENATO TILÃO

Por Redação em 18 de Dezembro de 2015

(Foto: Divulgação)


O nosso entrevistado nesta edição é o Renato Tilão que foi um bom zagueiro paulista que marcou presença em nosso futebol atuando vários clubes gaúchos. O seu nome completo é Renato Zacharias sendo natural da cidade paulista Jundiaí, onde nasceu no dia vinte e sete de junho de 1973. Iniciou suas atividades esportivas nas divisões de base do São Paulo. Posteriormente teve passagens pelo Tabaki, Tubarão e Al Raed da Arabia Saudita. O primeiro clube gaúcho que defendeu foi o Glória de Vacaria. Em 2003 foi contratado pela ULBRA que jogava com Altieri; João Miguel, Paulo Roberto, Renato Tilão e Fábio de Los Santos; Clairton, Neuri, Luiz Gustavo e Sidnei; Rondinha e Manga. No ano seguinte o clube canoense era formado com Rafael; Marcelo, Renato Tilão e Evaldo; Bagnara, Lauro, Mabilia e Didé; Luiz Gustavo, Marcelo Fumaça e Cleber. No ano seguinte foi contratado pelo Veranópolis que ia a campo com Rodrigo Feijão; Jairo Santos,Thiago, Renato Tilão; Toni, Luciano Correa, Daniel, Didé e Menegon; Diego e Michel. Em 2006 o clube da cidade da Longetividade era escalado com Marcão; Ricardo, Fábio Vidal e Renato Tilão; Digo, Bagnara, Douglas, Vandré e Leandro Xavier; Leandro Rodrigues e Guilherme. Em 2008 Renato Tilão foi para o Santa Cruz da cidade “Capital do Fumo”, que formava com Leandro; Simônio, Eliandro, Renato Tilão e Rodrigo; Helton, Carlos Alberto e Marcos Tora; Teco, Bruno e Zulu. Depois teve passagens pelo Moto Clube, Tubaiense, Hercilio Luz, Bahia de Feira de Santana, Juventus de São Paulo para encerrar sua movimentada carreira como atleta de futebol no clube paulista de Tupã. Renato Tilão considera que Paulo Afonso Bonamigo, Armando Dessessards, André Luiz, Roberto Cavalo e Abel Ribeiro foram os melhores técnicos que teve a orientá-lo. Os melhores zagueiros que viu em ação foram Ricardo Rocha, Mozer, Aldair e Ricardo Gomes. Os atacantes que lhe deram mais trabalho para serem marcados foram Nilmar, Edilson, Capanema e Alê Menezes. O seu gol inesquecível foi o gol de número 2000 do Joinville em 1999. O seu ídolo nos gramados é Ricardo Rocha. O apelido Tilão foi herdado do seu pai que tinha o mesmo apelido.Assim resgatamos a história futebolística de Renato Zacharias, o Renato Tilão que inegavelmente foi um bom zagueiro quem marcou presença no nosso futebol na primeira década deste século.

COMENTÁRIOS ()