Quarta-Feira, 23 de Agosto de 2017 |

Você Lembra?

Por César Freitas

1264- PAULO CHOCO

Por Redação em 08 de Abril de 2016


Paulo Choco, o nosso entrevistado nesta edição, foi um bom atacante gaúcho que atuou em cinco clubes de quatro estados brasileiros. Começou suas atividades esportivas nas divisões inferiores do Cruzeiro, onde se profissionalizou. Em 1976 a equipe estrelada jogava com Djalma; Aimoré, Nicola, Silvio e Álvaro; Trouxinha e Paulinho; Dorval, Paulo Choco, Guerra e Itamar. Posteriormente defendeu o Iguaçú do Paraná, O América o Bangu do Rio de Janeiro para finalizar no Avai em 1982. O seu nome completo é Jorge Luiz Floriano Cardoso, sendo natural de Porto Alegre, onde nasceu no dia nove de outubro de 1955. O apelido Paulo Choco lhe foi colocado pelo saudoso Sérgio Helmuth Closs, o Cará em alusão a um atacante do Flamengo do Rio de Janeiro que tinha o mesmo apelido. Paulo Choco considera que Sérgio Moacir Torres Nunes e Sérgio Helmuth Closs, o Cará foram os melhores técnicos que teve. Os melhores atacantes que viu em ação foram Reinaldo, Dario e Careca. O zagueiro que melhor lhe marcou foi Levir Culpi. Os seus gols inesquecíveis foram marcados no jogo Iguaçu 3 X Maringá 1, quando marcou dois golaços. O seu ídolo nos gramados foi Arthur Antunes Coimbra, o Zico. Hoje Pulo Choco reside em Florianópolis onde exerce as atividades de Corretor de Imóveis. Assim, resgatamos a história futebolística de Jorge Luiz Floriano Cardoso, o Paulo Choco, que foi um bom atacante que marcou presença em cinco clubes de quatro estados brasileiros.

COMENTÁRIOS ()