Domingo, 26 de Março de 2017 |

Você Lembra?

Por César Freitas

1292- TOTONHO

Por Redação em 28 de Outubro de 2016


Totonho, o nosso entrevistado nesta semana foi mais um bom ponteiro direito que marcou presença no futebol bajeense. O seu nome completo é Jesus Antônio Munhoz Padilha, sendo natural de Bagé, onde nasceu no dia cinco de janeiro de 1960. Iniciou suas atividades esportivas nas divisões de base do Bagé. Posteriormente foi para o Guarany. Em 1977 teve uma passagem pela mesma categoria do Inter. No ano seguinte retornou ao Bagé onde se profissionalizou. No ano seguinte foi para o Guarany, onde integrou um time que jogava com Osvaldo; Pocho, Paulinho, Ricardo e Ernani; Miconga, Galeno e Airton; Totonho, Carlos e Ivã. Depois de uma passagem pelo São Gabriel, retornou ao Bagé em 1980, onde permaneceu até 1983 quando foi para o Guarany. Em 1984 estava no Bagé e no ano seguinte encerrou suas atividades como atleta profissional de futebol no Guarany. Totonho considera que Homero Cavalheiro, Paulo de Souza Lobo, o saudoso Galego e Danilo Nigris foram os melhores técnicos que teve a orientá-lo. Os melhores ponteiros direitos que viu em ação foram Valdomiro e Tarciso. O lateral direito que melhor lhe marcou foi Afonso, que jogou no Farroupilha de Pelotas. Os seus gols inesquecíveis foram marcados nos jogos Guarany dois Juventude um quando fez o segundo gol e Guarany um Caxias dois quando marcou um golaço por cobertura. Os seus ídolos nos gramados são Zico e Falcão. Hoje Totonho reside em Bagé onde exerce as atividades de técnico das divisões inferiores do Guarany. Assim, resgatamos a história futebolística de Jesus Antônio Munhoz Padilha, o Totonho que marcou presença no futebol bajeense.

COMENTÁRIOS ()