Sábado, 27 de Maio de 2017 |

Você Lembra?

Por César Freitas

1297- EDINHO

Por Redação em 02 de Dezembro de 2016


Edinho, o nosso entrevistado nesta edição, foi um bom volante com passagens em importantes clubes brasileiros. O seu nome completo é Edson Fernando Pires da Costa, sendo natural de Rio Grande, onde nasceu no dia vinte de dezembro de 1978. Iniciou suas atividades esportivas no São Paulo de sua cidade natal em 1995. Em 1997 foi para o Ossassunha da Espanha. Retornou ao nosso em 1999 contratado pelo São Luiz de Ijui.No ano de 2000 veio para o Grêmio que jogava com Danrlei; Anderson Lima, Marinho, Nenê e Roger; Edinho, Eduardo Costa e Ronaldinho Gaúcho; Paulo Nunes, Amato e Zinho. No mesmo ano se transferiu para o 15 de Novembro de Campo Bom que era escalado com Luciano; Julio, Freitas, Vladimir e Marcelo Xavier; Edinho, Bagnara, Cleber e Chiquinho; Fabinho e Paulo Leandro. No ano seguinte foi para o futebol catarinense defender o Criciuma, que em 2003, seu último ano no clube da “Capital do Carvão” atuava com Fabiano; Paulo César Baier, André Turatto, Cametá e Luciano Almeida; Edinho, Cleber Gaúcho, Juca e Paulo César; Delmer e Saulo. No ano seguinte retornou ao 15 de Novembro de Campo Bom que ia a campo com Marcelo Moretto; Jairo Santos, Roni, Luiz Oscar e Borges Neto; Edinho, Carlos Rogério, Perdigão e Canhoto; Maicon e Carazinho. A seguir Edinho iniciou uma longa peregrinação em vários clubes como Caxias, Ulbra, Pelotas, Gama, Veranópolis, Chapecoense, 15 de Novembro de Campo Bom em 2008, Aimoré, para encerrar em 2010 no Sampaio Correa. No mesmo ano foi auxiliar técnico de Leandro Machado no Joinville. No ano seguinte foi técnico Aimoré. Em 2012 treinou o Guarani de Venâncio Aires. Em 2013 foi auxiliar técnico de Bem Hur Pereira no Aimoré. Continuou com o Bem Hur em 2014 no Lajeadense, Aimoré e São Paulo de Rio Grande. Edinho considera que Cuca, Gilson Kleina e Antônio Lopes foram os melhores técnicos que teve a orientá-lo. Os melhores volantes que viu em ação foram Vampeta, Dinho, Luiz Carlos Goiano e Edmilson. Os meias mais dificeis de serem marcados foram Djalminha, Marcelinho Carioca, Felipe e Robert. O seu gol inesquecível foi marcado no jogo Criciuma quatro Pelotas quatro pela Copa Sul Minas. Foi um golaço cobrando uma falta. O seu ídolo nos gramados é Ronaldo Nazário. Hoje Edinho reside em São Leopoldo. Assim, resgatamos a história futebolística de Edson Fernando Pires da Costa, o Edinho que inegavelmente foi um excelente volante que sua presença em gramados gaúchos e brasileiros.

COMENTÁRIOS ()