Sexta-Feira, 22 de Setembro de 2017 |

Você Lembra?

Por César Freitas

1321- PITTA

Por Redação em 19 de Maio de 2017


O nosso entrevistado nesta edição é Pitta, que foi um excelente ponteiro esquerdo com marcantes atuações em vários clubes brasileiros. O seu nome completo é Olívio Pires Pitta, sendo paulista da capital, onde nasceu no dia vinte e nove de maio de 1954. Iniciou as suas atividades esportivas nas divisões inferiores do Corinthians em 1969, onde se profissionalizou. Em 1974 a equipe corintiana jogava com Ado; Vanderlei, Baldochi, Vagner e Vladimir, Tião, Severo e Adãozinho; Vaguinho, Mosca e Pitta. No ano seguinte o “Timão” ia a campo com Sérgio; Zé Maria, Darci, Cláudio e Vladimir; Ruço, Basilio e Ivan; Zé Roberto, Geraldão e Pitta. Em 1977 Pitta foi para o futebol pernambucano defender o Sport. O “Leão” era escalado com Gilberto; Carrera, Assis, Djalma e Cardoso; Cacau, Édson e Biro Biro; Totonho, Mauro e Pitta. No ano seguinte o rubro negro pernambucano formava com Ivan; Cardoso, Assis, Djalma e Nivaldo; Biro Biro, Hamilton Rocha e Edson; Miltão, Mauro e Pitta. Em 1980 o Sport atuava com Pais; Paulo Mauricio, Alex, Cícero e Nivaldo; Merica, Didi Duarte e Lola; Denô, Roberto e Pitta. No ano seguinte retornou ao futebol paulista contratado pela Portuguesa de Desportos. A “Lusa” jogava com Éverton; Alves, Duilio, Daniel Gonzalez e Joãozinho; Zé Mário, Wilson Carrasco e Gerson Sodré; Moisés, Caio e Pitta. Em 1982 depois de uma rápida passagem pelo Botafogo, Pitta retornou para o clube do estádio do Canindé, onde encerrou suas atividades como atleta profissional de futebol em 1984. Pitta considera que Enio Andrade, Cilinho e Cláudio Coutinho foram os melhores técnicos que teve a orientá-lo. Os melhores ponteiros esquerdos que viu em ação foram Joãozinho ( ex Cruzeiro), Ney e Jésum. Os melhores laterais que enfrentou foram Nelinho, Rosemiro e Zé Maria. O seu gol inesquecível aconteceu no jogo Corinthians X Santos em 1974. O seu ídolo nos gramados é Roberto Rivelino. Hoje Pitta reside sua cidade natal onde é proprietário de uma loja de materiais esportivos. Anteriormente foi presidente do Paulista de Jundiai e diretor do Estádio do Pacaembu. Assim, resgatamos a história futebolística de Olívio Pires Pitta, o Pitta que foi um excelente ponteiro esquerdo que marcou presença de maneira especial no futebol paulista e pernambucano.

COMENTÁRIOS ()