Sábado, 16 de Dezembro de 2017 |

Você Lembra?

Por César Freitas

1330- ROBERTINHO

Por Redação em 21 de Julho de 2017

(Foto: Divulgação)


Um ponteiro direito habilidoso no trato da bola, driblador e veloz, eis o cartão de visitas do Robertinho, o nosso entrevistado nesta edição. O seu nome completo e Roberto Oliveira Gonçalves do Carmo, sendo carioca da “Cidade Maravilhosa”, onde nasceu no dia vinte e dois de junho de 1960. Iniciou suas atividades esportivas no Fluminense que em 1978 jogava com Renato; Edvaldo; Dario, Carlinhos e Marinho Chagas; Carlos Alberto Pintinho, Mário e Arthur; Robertinho, Gildásio e Zezé. Em 1980 o “Pó de Arroz” era escalado com Paulo Goulart; Miranda, Ademilton, Edinho e Chico Fraga; Rubens Galaxie, Cristovão e Mário; Robertinho, Tulica e Zezé. Em 1982 o clube do estádio das Laranjeiras formava com Paulo Goulart; Aldo, Flávio, Edinho e Rubens Galaxie; Delei, Cristóvão e Ângelo; Robertinho, Amauri e Gilcimar. Em 1983 Robertinho foi contratado pelo Flamengo que formava com Raul; Leandro, Figueiredo, Marinho e Junior; Vitor, Andrade e Zico; Robertinho, Baltazar e Lico. No ano seguinte foi para o Palmeiras que era escalado com Leão; Chiquinho, Luiz Pereira, Vagner Bacharel e Carlão; Rocha, Cléo e Jorginho; Robertinho, Baltazar e Aragonês. Em 1986 Robertinho veio para o futebol gaúcho contratado pelo Inter que ia a campo com Taffarel; Luiz Carlos Winck, Pinga, Aluisio e Marco Aurelio; Luiz Fernando, Ailton e Marquinhos; Robertinho, Marcelo e Balalo. No ano seguinte foi para o futebol pernambucano defender o Sport Recife, que passou a jogar com Márcio; Betão, Cláudio, Macaé e Estevão; Rogério, Leco e Zico; Robertinho, Nando e Ademir Lobo. Em 1988 o “Leão do Norte” era escalado com Flávio; Betão, Vagner, Basilio Marco Antônio e Capone; Dinho, Zico e Ribamar; Robertinho, Nando e Edison. A seguir defendeu o Botafogo carioca Em 1989 foi contratado pelo Atlético Mineiro que jogava com Rômulo; Carlão, Batista, Paulo Sérgio e Paulo Roberto; Eder Lopes, Marquinhos e Ailton; Robertinho, Gerson e Eder. A seguir Robertinho foi para e exterior. De 1989 a 1993 defendeu o Nacional da Ilha da Madeira e nos anos de 1994 e 1995 esteve no Grossen Bacher da Suíça quando encerrou suas atividades como atleta de futebol. Robertinho considera que Mário Jorge Lobo Zagalo, Carlos Alberto Torres, Nelsinho Rosa e Telê Santana foram os melhores técnicos que teve a orientá-lo. O melhor ponteiro direito que viu em ação foi Renato Gaúcho. Os melhores laterais esquerdos que enfrentou foram Marinho Chagas e Junior. Os seus gols inesquecíveis foram marcados nos jogos Fluminense X Santos no Maracanã e Sport X Flamengo. O seu ídolo nos gramados é Arthur Antunes Coimbra, o grande Zico. Hoje Robertinho reside na cidade do Rio de Janeiro, onde aguarda propostas para treinar uma equipe brasileira. Seu último trabalho foi na Tunísia. Nos anos de 1998 e 1999 treinou o Pelotas do Rio Grande do Sul. Assim resgatamos a história futebolística de Roberto Oliveira Gonçalves do Carmo, o Robertinho, que inegavelmente foi um excelente ponteiro direito que marcou presença nos principais gramados do futebol brasileiro.

COMENTÁRIOS ()