Quarta-Feira, 23 de Agosto de 2017 |

Você Lembra?

Por César Freitas

1332 - SOLIMAR

Por Redação em 04 de Agosto de 2017


As divisões inferiores do São José de Porto Alegre, ao longo dos tempos revelaram vários atletas que brilharam em outras equipes gaúchas, de outros estados e países como João Alberto, Jamir, Carlos Miguel e Solimar, o nosso entrevistado nesta edição, entre muitos outros. Solimar foi um excelente volante que logo despontou como um líder de sua equipe em campo. O seu nome completo é Solimar Luiz Rossini, sendo natural de Putinga, onde nasceu no dia cinco de janeiro de 1969. Iniciou suas atividades esportivas na base do Grêmio em 1969. Depois passou a praticar Futsal no Teresópolis Tênis Clube, na zona sul da capital gaúcha. Retornou ao futebol de campo nas divisões de base do Cruzeiro. Em 1989 estava nos juniores do São José onde se tornou profissional em 1990 e deslanchou. Em 1991o São José jogava com Leonardo; Herbert, Sidney, Giba Dornelles e Celso; Solimar, Muller e Ricardo; Edinho, Giovane e Ferrugem. No ano seguinte os Zequinhas iam a campo com Leonardo; Herbert, Julio, Sidney e Celso; Solimar, Muller e Vaz; Edinho, Camarão e Lique. Em 1993 o clube do Passo d´Areia era escalado com Gilberto; Rogério, Da Silva, Rubilar e Anderson; Solimar, Jeferson e Marquinhos Dall ´Oglio; Edinho, Camarão e Lique. Finalmente em 1995, o seu último ano atuando no futebol gaúcho, São José era escalado com Fábio; Sandro, Da Silva, Leandro Carlos e Fabiano; Solimar, Marcelo Uruguaiana e Bernardino; Júlio, Vitor e Marcelo Pica pau. Em 1996 foi contratado pelo Ceará e nesse ano sagrou-se campeão cearense integrando uma equipe que tinha o goleiro Ivanhoé, Airton, Damião, Sérgio Alves, Estênio, Chico e Marcio Alan, entre vários outros. No ano seguinte foi para o futebol belga defender o Germinal Ekeren. Retornou ao futebol brasileiro contratado pelo Fortaleza em 1997. No ano de 1998 foi para o Ferroviário da capital cearense. No ano seguinte retornou para o Fortaleza, defendendo também o Rio Negro de Manaus-AM. No ano de 2000 retornou ao Ferroviário e em 2001 encerrou suas atividades esportivas no Tiradentes cearense. Solimar considera que o paraguaio José Benitez foi o melhor técnico que teve a orientá-lo. O melhor volante que viu em ação foi Falcão. O melhor meia esquerda que enfrentou foi o uruguaio Bencochea. O seu gol inesquecível foi no clássico da terra de Iracema entre Ceará X Fortaleza, pelo Fortaleza, quando marcou um golaço de cabeça. O seu ídolo nos gramados é Paulo Roberto Falcão. Hoje Solimar reside em Fortaleza onde casou e constituiu família. Ele é o proprietário da famosa churrascaria Tronco do Gaúcho localizada na capital cearense. Assim resgatamos a história futebolística de Solimar Luiz Rossini, o Solimar que foi mais atleta gaúcho que brilhou em outro centro futebolístico brasileiro.

COMENTÁRIOS ()