Quarta-Feira, 22 de Novembro de 2017 |

Você Lembra?

Por César Freitas

1343- PAULO CÉSAR

Por Redação em 20 de Outubro de 2017

(Foto: Divulgação)


Paulo César, o nosso entrevistado nesta edição, foi um bom zagueiro que atuou com destaque em vários clubes brasileiros. O seu nome é Paulo César Stenico sendo paulista de Campinas onde nasceu no dia vinte de setembro de 1967. Iniciou suas atividades esportivas na Ponte Preta de sua cidade natal em 1984. Permaneceu na “Macaca” até 1986. No ano seguinte foi contratado pelo Coritiba. Uma das formações do “Coxa” foi Anselmo; Marcio, Jorjão, Paulo César e Marcelo Souza; Helcio, Adilson e Norival; Ronaldo Lobisomen, Jetson e Daniel. Em 1991 esteve no Flamengo carioca que jogava com Gilmar; Charles, Wilson Gotardo ,Junior Baiano e Paulo César; Junior, Zinho e Djalminha; Paulo Nunes, Gaúcho e Marcelinho Carioca. Em 1993 retornou ao Coritiba que ia a campo com Renato; Jorge Luiz, Paulão, Oliveira e Paulo César; Hélcio, Ricardo Ferraz, Cruvinel e Osmar; Fernando e Jetson. A seguir defendeu o Novo Horizontino, XV de Piracicaba, Matonense, que 1999 atuava com Washington; Deci, Marcio Pereira, Paulo César e Piá Carioca; Ivanildo, Baiano e Zé Renato; Marcelinho, Juari e Tailson. No ano seguinte defendeu o Mirassol que era escalado com Alex, Erly, Lucio Surubim, Paulo César e Nozé; Toninho, Edmilson e Maurilho; Genilson, Gabriel e Gomes. No mesmo ano veio para o futebol gaúcho contratado pelo Juventude que atuava com Humberto; Da Guia, Paulo César, Adilson e Luciano; Sidney, Caio e Lauro; Luciano Fonseca, Vandick e Kiko. No ano seguinte os esmeraldinos caxienses formavam com Diego; Lau, Fernandão, Paulo César e João Marcelo; Luiz Oscar, Sidney e Michel; Luciano Fonseca, Dauri e Kiko. Paulo César considera que os melhores técnicos que teve a orientá-lo foram Luiz Felipe Scolari, Emerson Leão, Paulo César Carpegiani, Otacilio Gonçalves, Pires, Jair Pereira e Roberval Davino. Os melhores zagueiros que viu em ação foram Oscar, Polozi, Gamarra e Wilson Gotardo. Os atacantes que lhe deram mais trabalho para serem marcados foram Romário, Euler, Edmundo, Renato Gaúcho e o saudoso Dener. O seu gol inesquecível foi marcado no jogo Ponte Preta X São Bento. Foi seu primeiro gol como atleta profissional. Os seus ídolos nos gramados são Zico e Messi. Hoje Paulo César reside em Campinas onde exerce as funções de Coordenador Técnico da Ponte Preta , Franquias e Técnico da Base. Assim, resgatamos a história esportiva de Paulo César Stenico, que inegavelmente foi um bom zagueiro, que teve marcantes passagens em todos os clubes onde atuou.

COMENTÁRIOS ()