Sexta-Feira, 19 de Janeiro de 2018 |

Você Lembra?

Por César Freitas

1352- PAVÃO

Por Redação em 22 de Dezembro de 2017

(Foto: Divulgação)


Pavão, o nosso entrevistado nesta edição foi um bom lateral direito formado nas divisões inferiores do São Paulo, apesar de ser pernambucano. O seu nome completo é Marcelo Pereira Moreira, sendo natural de Recife, onde nasceu no dia quinze de abril de 1974.Em 1994 o São Paulo jogava com Rogério Ceni; Pavão, Nem, Bordon e Murilo; Alemão, Ailton e Doriva; Catê, Caio e Jamelli. No ano seguinte o tricolor paulista ia a campo com Rogério Ceni; Paulão, Nelson, Bordon e Ronaldo Luiz; Alemão, Pereira e Ailton; Catê, Pereira e Denilson. No ano seguinte se transferiu para o Atlético Paranaense que jogava com Ricardo Pinto; Pavão, Andrei, Luiz Eduardo e Tanielton; Leomar, Alex e Matosas; Jean Carlo e Oséas e Paulo Rink. Posteriormente defendeu o Botafogo de Ribeirão Preto, Marilia, Mogi Mirim, Treze da Paraíba, Atlético Goianense, além do Tenerife e do Memphis. Pavão considera que Telê Santana e Cilinho foram os melhores técnicos que teve a orientá-lo. Os melhores laterais direitos que viu em ação foram Vitor e Daniel Alves. O ponteiro esquerdo que lhe deu mais trabalho para marcar foi Edu Lima. O seu gol inesquecível foi marcar no jogo São Paulo X Internacional de Limeira. Foi o seu jogo de estréia na equipe titular da equipe sãopaulina. O seu ídolo nos gramado foi Müller.Tem o apelido de Pavão desde os doze anos devido ao cabelo que usava na época. Hoje Pavão reside na capital paulista. Assim, resgatamos a história futebolística de Marcelo Pereira Moreira, o Pavão que foi um bom lateral direito formado nas divisões inferiores do São Paulo.

COMENTÁRIOS ()