Terça-Feira, 20 de Fevereiro de 2018 |

Você Lembra?

Por César Freitas

1356 - CAPITÃO

Por Redação em 19 de Janeiro de 2018

(Foto: Divulgação)


Capitão, o nosso entrevistado nesta edição, foi um excelente ponteiro direito que marcou sua presença em várias equipes do Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro, mas de maneira especial no Guarani de Campinas, que surpreendeu ao esportista brasileiro as se sagrar Campeão Brasileiro em 1978. O seu nome é Rodolfo Lima sendo paulista da cidade Regente Feijó, onde nasceu no dia quatro de fevereiro de 1954. Iniciou suas atividades nas divisões inferiores do Vasco da Gama, onde se profissionalizou. Em 1977 a equipe vascaína jogava com Mazaropi; Orlando, Abel, Gaúcho e Marco Antônio; Zé Mário, Paulo Roberto e Guina; Capitão, Roberto Dinamite e Ramon. No ano seguinte foi contratado pelo Guarani de Campinas, onde brilhou intensamente. Nesse ano foi Campeão Brasileiro integrando uma equipe que ia a campo com Neneca; Mauro, Gomes, Édson e Miranda; Zé Carlos, Renato e Zenon; Capitão, Careca e Bozó. No ano seguinte e “Bugre” era escalado com Neneca; Mauro, Gomes, Édson e Miranda; Zé Carlos, Marinho e Zenon; Capitão, Careca e Bozó. Capitão permaneceu no Guarani até 1982 integrando um time que jogava com Wendell; Ariovaldo, Jaime, Édson e Almeida; Éderson, Jorge Mendonça e Ernani Banana; Capitão, Careca e Zezé. No ano seguinte foi contratado pelo Atlético Paranaense que formava com Rafael; Soter, Jair Gonçalves, Mauro e Sérgio Moura; Detti, Peu e Ivair; Capitão, Washington e Assis. No ano seguinte o “Furacão” era escalado com Rafael; Soter, Augusto, Mossoró e Sérgio Moura; Detti, Ivair e Nivaldo; Capitão, Joel e Renato Sá. Em 1985 Capitão foi contratado pelo Pinheiros que formava com Toinho; Augusto, Jatobá, Nenê e Dionísio; Roberson, Ernani e Zé Luiz; Capitão, Ferreira e Marquinhos. Ao longo de sua carreira Capitão foi orientado por muitos técnicos. Considera que Carlos Alberto Garcia e Rubens Minelli foram os melhores. Os melhores ponteiros direitos que viu em ação foram Manoel Maria, Valdomiro e Jairzinho Furacão. Os laterais que melhor lhe marcaram foram Almeida e Vladimir. O seu gol inesquecível foi marcado no jogo Guarani 2 X Sport em 1978. Os seus ídolos nos gramados são Pelé, Zico, Luiz Pereira e Edu ponteiro esquerdo do Santos. Hoje aposentado, Capitão reside na cidade paulista de Ribeirão Preto. Assim, resgatamos a história futebolística de Rodolfo Lima, o Capitão, que inegavelmente foi um dos melhores ponteiros direitos do futebol brasileiro nas décadas de setenta e oitenta.

COMENTÁRIOS ()