Segunda-Feira, 19 de Outubro de 2020 |

Você Lembra?

1362 - CÁSSIO

Por Redação em 16 de Março de 2018

(Foto: Divulgação)


Cássio, o nosso entrevistado nesta edição foi um bom lateral esquerdo que marcou presença em vários clubes do Rio de Janeiro, São Paulo e Goiás, além do futebol alemão. O seu nome completo é Cássio Alves de Barros, sendo carioca da capital onde nasceu no dia dezessete de janeiro de 1970. Iniciou suas atividades no Vasco da Gama que em 1969 jogava com Acácio; Mazinho, Célio Silva, Marco Aurelio e Cássio; Zé do Carmo, Andrade e Marco Antonio Boiadeiro; Sorato, Bismarck e Anderson. Em 1991 o clube da Cruz de Malta ia a campo com Acácio; Jorge Raoni, Dedé, Sidney e Cássio; Zé do Carmo, Tosin e Luizinho; Tiba, William e Bebeto. Em 1993 o “Vascão” atuava com Carlos Germano; Ayupe, Tinho, Jorge Luiz e Cássio; Bernardo, Leandro e Geovani; Yan, Valdir e Hernandes. Em 1994 a equipe cruz maltina era escalada com Caetano; Bruno Carvalho, Alexandre Torres, Sidney e Cássio; Leandro, Fabricio e Yan; Gian, Jardel e Hernandes. Em 1996 defendeu o Fluminense que atuava com Wellerson; Ronald, Lima, Sorley e Cássio; Norberto, Vampeta e Darci; Renato Gaucho, Valdeir e Rogerinho. No ano seguinte foi para o futebol paulista contratado pelo Santos que formava com Marcelo; Baiano, Ronaldão, Narcizo e Cássio; Eudes, Marcos Basilio e Caíco; Macedo, Müller e Ari Nelson. Em 1998 foi contratado pela Portuguesa de Desportos que atuava com Fabiano; César, Émerson, Marcelo e Cássio; Simão, Carlinhos e Alexandre; Leandro, Evair e Evandro. Depois de uma passagem pelo futebol alemão, Cássio retornou ao futebol brasileiro em 2001para o Goiás que ia a campo com Harley; Roni, Milton do Ó, Edmilson e Cássio; Túlio, Marabá e Josué; Bilu, Itamar e Araujo. No ano seguinte Cássio encerrou sua movimentada carreira como atleta de futebol no “Verdão” goiano. Cássio considera que Nelsinho Rosa , Abel Braga e Joel Santana foram os melhores técnicos que teve a orientá-lo. Os melhores laterais esquerdos que viu em ação foram Mazinho, Branco e Roberto Carlos. Os ponteiros direitos que lhe deram mais trabalho para serem marcados foram Mário Tilico e Sérgio Araújo.O seu gol inesquecível foi marcado no jogo Brasil X Mali válido pelo Mundial Sub 20. Cássio defendeu a seleção Brasileira em sete jogos. Na vitória por dois a zero contra o Uruguai, em 1991 a nossa representação jogou com Roger; Cafu, Remerson, Andrei e Cássio; Moacir, Djair e Bismarck; Macedo, Elber Luiz Fernando. O seu ídolo nos gramados é Mazinho, antigo lateral vascaíno. Hoje Cássio reside na cidade do Rio de Janeiro onde exerce as atividades de técnico de futebol. Assim, resgatamos história futebolística de Cássio Alves de Barros, o Cássio que inegavelmente foi um bom lateral esquerdo que marcou presença no nosso futebol na década de novena.

COMENTÁRIOS ()