Tera-Feira, 27 de Outubro de 2020 |

Você Lembra?

1389 - LUCAS

Por Redação em 21 de Setembro de 2018


Lucas, o nosso entrevistado nesta edição, foi um excelente atacante que teve marcante passagem no futebol paranaense e japonês. O seu nome completo é Lucas Severino, sendo natural da cidade paulista de Ribeirão Preto, onde nasceu no dia três de janeiro de 1979. Iniciou suas atividades na base do Botafogo de sua cidade natal em 1997. No ano seguinte foi contratado pelo Atlético Paranaense, que era escalado com Flávio; Alberto, Reginaldo, Edinho Baiano e Daniel; Wilson, Renato e Paulo Miranda; Alex, Lucas e Tuta. No ano de 1999 o “Furacão” atuava com Flávio; Alberto, Reginaldo, Gustavo e Luizinho Neto; Axel, Clóvis Cruz e Adriano; Kelly, Lucas e Kleberson. No ano seguinte foi para o futebol europeu, pois foi contratado pelo Rennes da França. No ano de 2002 retornou para o futebol brasileiro contratado pelo Cruzeiro que era escalado com Jeferson; Marcelo Batatais, Cris e Luizão; Maicon, Marcos Paulo, Leandro, Ricardinho e Jorge Vagner; Jussiê e Lucas. Em 2003 foi para o futebol paulista contratado pelo Corinthians que ia a campo com Doni; Rogério, Betão, César e Kleber; Cocito, Fabinho e Vampeta; Leandro, Lucas e Liedson. No ano seguinte o “Timão” formava com Doni; Rogério, César, Anderson e Kleber; Cocito, Fabinho e Robert; Gil, Lucas e Liedson. Em 2005 foi para o futebol japonês, pois contratado pelo Tokio, onde permaneceu até 2008 quando foi contratado pelo Gamba-Ozaka. Em 2011 retornou ao futebol paranaense por pouco tempo, pois no mesmo ano retornou ao Tokio, onde encerrou suas atividades como atleta de futebol. Lucas considera que os melhores técnicos que teve a orientá-lo foram Paulinho, na base do Botafogo de Ribeirão Preto, Afrânio Riul, José Mário Crispim, Abel Braga, Vadão e Vanderlei de Luxemburgo. Os melhores atacantes que viu em ação foram Careca, Romário e Ronaldo Nazário. Os melhores zagueiros que enfrentou foram Lúcio e Antônio Carlos Zago. O seu gol inesquecível foi marcado no jogo Atlético Paranaense X Cerro Portenho em 1999, na inauguração da Arena da Baixada. O seu ídolo nos gramados é Ronaldo Nazário. Hoje Lucas reside em Ribeirão Preto, onde trabalha com construção civil. Paralelamente trabalha na intermediação de atletas para o Japão. Assim, resgatamos a história futebolística de Lucas Severino, que inegavelmente foi um ótimo atacante que marcou presença em vários gramados brasileiros e japoneses.

COMENTÁRIOS ()