Sbado, 31 de Outubro de 2020 |

Você Lembra?

1390 - SORONDO

Por Redação em 28 de Setembro de 2018


No futebol não basta ter técnica e resistência, também tem que ter sorte para não sofrer lesões graves. Sorondo, o nosso entrevistado nesta edição, tinha todos os bons requisitos de um zagueiro, porém não teve sorte no final de sua carreira. Num jogo do Inter com o São José no gramado artificial do estádio do Passo da Areia Sorondo sofreu ma grave lesão. Apesar de recuperado foi dispensado pelo Inter. Foi quando foi contratado pelo Grêmio. Num dos primeiros treinamentos voltou a se lesionar com gravidade e teve o seu contrato reincidido. Não teve outra alternativa senão retornar para Montevidéu e abandonar os gramados. O seu nome completo é Gonzalo Sorondo Amaro, sendo uruguaio natural de Montevidéu, onde nasceu no dia nove de outubro de 1979. Iniciou suas atividades esportivas no Defensor de sua cidade natal em 1998, onde permaneceu até 2000. Em 2001 foi contratado pela Internazionale de Milão. Em 2003 foi para o Standard de Liege – Bélgica. Em 2004 foi para o Cristal Em 2005 esteve no Charlton da Inglaterra. Em 2007 foi contratado pelo Inter onde permaneceu até 2011. A equipe colorada em 2008 jogava com Clemer; Bolivar, Indio, Sorondo e Gustavo Nery; Wellington Monteiro, Edinho, Guiñazu e D Alessandro; Daniel Carvalho e Adriano Em 2010 os colorados iam a campo com Renan; Nei, Indio, Sorondo e Kleber; Guiñazu, Tinga , Giuliano e D Alessandro; Rafael Sóbis e Alecsandro. No ano seguine os colorados eram escalados com Lauro; Nei, Indio, Sorondo e Kleber; Wilson Mathias, Guiñazu , Tinga e D Alessandro; Zé Roberto e Leandro Damião. Sorondo considera que Victor Pua, Jorge Fossati e Tite foram os melhores técnicos que teve a orientá-lo. Os melhores zagueiros que viu em ação foram Paolo Montero, Paolo Mardini e Jaap Stam. Os atacantes que lhe deram mais trabalho para serem marcados foram Romário e Ivan Zamorano. Os seus gols inesquecíveis foram marcados nos jogos Brasil X Uruguai no Sul Americano de 1999 e Inter X Estudiantes pela Copa Libertadores de 2010. O seu ídolo é o seu pai. Hoje Sorondo reside em Montevidéu Assim, resgatamos a história futebolística de Gonzalo Sorondo Amaro, o Sorondo, que inegavelmente foi um excelente zagueiro, porém não teve sorte.

COMENTÁRIOS ()