Quinta-Feira, 13 de Agosto de 2020 |

Você Lembra?

1413- GUTA

Por Redação em 08 de Março de 2019


Guta, o nosso entrevistado nesta dição, foi um bom ponteiro direito que marcou presença no futebol gaúcho, atuando bem em vários clubes. O seu nome completo é Ronaldo Oliveira, sendo da capital gaúcha onde nasceu no dia treze de maio de 1954. Iniciou suas atividades esportivas na base da dupla Grenal, de onde se transferiu para o Cruzeiro. Em 1976 a equipe estrelada jogava com Djalma; Aimoré, Nicola, Silvio e Sérginho; Luiz Carlos, Geraldo e Paulinho; Guta, Letieri e Édson. No ano seguinte o Cruzeiro era escalado com Cláudio Leite; Aimoré, Nicola, Levi e Pingo; Doraci, Geraldo e Wagner; Guta, Marco Antônio e Paulo Choco. A seguir Guta defendeu o São Paulo de Rio Grande, o Bagé, o Caxias para em 1980 ser contratado pelo Juventude que formava com Roberto; Jorge, Jesus, Tadeu Vieira e Toninho; Assis, Cacau e Bozó; Guta, Plein e Ivanildo. No ano seguinte foi para o futebol paraense defender o Tuna Luso. Em 1982 retornou para o nosso futebol para defender o Gaúcho de Passo Fundo, que era escalado com Orso; Sarandi, Joubert, Luizão e Maurilio; Jair, Luizinho e Mica; Guta, Bebeto e Ciro. No final desse ano Guta abandonou os gramados. Guta considera que Paulo Rodrigues, Ernesto Guedes e Valmir Louruz foram os melhores técnicos que teve a orientá-lo. Os melhores ponteiros que viu em ação foram Zequinha e Ortiz. Os laterais que lhe marcaram melhor foram Sérginho e Cláudio Radar. O seu gol inesquecível foi marcado no Juventude 1 X Internacional1. O seu ídolo nos gramados foi Roberto Batata. Hoje Guta reside em Porto Alegre onde exerce as atividades de motorista de ambulâncias das SAMU. Assim, resgatamos a história futebolística de Ronaldo de Oliveira, o Guta, que inegavelmente foi um excelente ponteiro direito de nosso futebol.

COMENTÁRIOS ()